Pesquisar este blog

21 agosto 2013

Marcadores: , ,

Casamento

Compartilhar
A escolha

O casamento do ano

Recorte do cartaz de "O casamento do ano" (2013)

Enviar por WhatsApp


Mais do que destino. Mais do que coincidência. Uma escolha. E começaram, assim, como todo  amor que se quer ser, começaram por escolher. A primeira escolha foi encontrar, sair de trás da tela do computador para viver uma história que trocasse de telas. É que amar pode ser evoluir de telas, mudar as telas que se ocupa. Mas da tela do computador, onde tudo começou, para a tela de um porta-retrato digital com a foto que algum melhor amigo tirou, percorreram alguns anos, até que a história deles pudesse ir para a tela da TV, a tela do cinema ou, menos pretensiosamente, a tela que a mente projeta ao se lembrar dos momentos fáceis ou difíceis, mas se lembrar de uma história que deu certo. Histórias que deram certo.  Foi por gostarem de uma banda não tão conhecida que eles se tornaram conhecidos e puderam ser trilha de um grupo cada vez mais seleto, o "Grupo da História de Amor que deu Certo". Só que foram além de um gosto musical parecido, da paixão pela mesma área profissional, da história clichê de procurar um espelho, vivida por qualquer um. Eles escolheram ter mais do que gostos, eles escolheram ter um ao outro em comum. Como caminho a amizade e, no peito, marcando os anos passados, um relógio, para cada um saber que nunca mais no tempo estaria sozinho, pois, quando se tem um amor-amigo, a verdade é que posso brigar com o amor enquanto no amigo me refugio. E se refugiaram e se escolheram, a cada dia, a cada tempo, a cada novo passo rumo ao recomeço. Pois seriam, e são,  o que a vontade de ter sido deixou de trazer a cada amor que ouviu "não". Menos do que ter a  uma década que já se contava, de cada ano a ser, o amor a vir é que importava . Se a Esperança, finalmente, pedisse o Tempo em casamento, eles seriam o "sim". Se a Amizade, discretamente, se casasse com o Amor, eles seriam a aliança. Se a Felicidade, aleatoriamente, jogasse algo para levar sonho a um grupo de Tristezas, eles seriam o buquê.  Se a Dúvida, corajosamente, deixasse o Medo e se unisse à Certeza, eles seriam o filho. A história deles é mais do que, na tela, a história de um filme que continua ou a da felicidade que convinha,  é a história que você queria que fosse a tua, a história que eu queria que fosse a minha. Mais do que fotos, um evento, para viver um local e planos de um herdeiro, eles tinham amor e amizade -  o mais raro, o mais caro, o que fazia ser verdadeiro. O que os unia era a coragem de tentar, e, se você tem a coragem como escolha, não há amor que não se colha. A vida os fez chegar um ao outro, mas foram eles que escolherem permanecer. Em um tempo de pular de caso em caso, eles se disseram "eu caso". É que em um mundo onde amar se tornou casual, eles escolheram ser um casal. Mais do que sorte. Mais do que um acaso à toa. Uma escolha.

Dedicado aos meus amigos Roberta Araújo e Márcio Luiz. Que o amor de vocês possa ser ainda mais feliz com o casamento. Eu e todos os Vodkas amamos e nos orgulhamos de vocês!

10 dos desabafos - DESABAFE!:

  1. Valeu pelo carinho Ru. O apoio que temos recebido de amigos como vc e de todo o Vodka durante todos esses anos, só nos fortaleceu e nos ajudou a amadurecer no relacionamento, nos levando a tomar essa importante decisão. Obrigado pelo texto e espero que minha história com a Beta sirva de inspiração pra muitas outras pessoas. Abs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Márcio Jr.,
      Eu que agradeço a vocês pela amizade e pela inspiração! Sejam felizes e continuem, sim, inspirando! :P Abraço!

      Excluir
  2. Já ouví de muitas pessoas que já foram casadas, que não gostariam mais de voltar a essa condição. Pode ser a mágoa recente de uma separação, pode ser a falta de esperança em um sentimento realmente profundo e verdadeiro. Eu particularmente acredito que pode haver sim felicidade nesse encontro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. léia,
      Escolher e tentar, as únicas escolhas saudáveis, na vida e no amor também! :P

      Excluir
  3. "Bela, bela mais que bela" - Milton Nascimento e Ferreira Gullar
    Uso esse trecho de uma pessoa que sou tão fã para descrever suas palavras que faz brotar esperança e fé num solo que tem que ser regado constantemente, nosso solo de vida. Você consegue transpor o lado belo de tudo em outras crônicas seria superação, mas aqui percebo apenas construção de algo tão belo, sem dúvida esse amor relatado é para se inspirar e o amor-amigo é o mais completo das relações.
    Parabéns Ru e um grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luiz Hick,
      Fico feliz e honrado com suas palavras e com sua confiança no que eu escrevo. Não mereço, mas agradeço! Muito obrigado e espero que consiga sempre ver esperança, sempre! :)

      Abração!

      Excluir
  4. Olá, lindo o texto e a homenagem para esse casal lindo demais!!!

    Parabéns pela inspiração e felicidades ao casal nota 10!

    Abraços, Dariane Araújo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dariane,
      Fico feliz por você ter gostado! :) Muito obrigado! Beijos!

      Excluir
  5. maria do socorro Ferreira30 de maio de 2014 19:36

    Sou muito ciumenta e sofro muito COM ISSO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria do Socorro Ferreira,
      Procure ajuda, você vai conseguir lidar melhor com isso! ;) Boa sorte!

      Excluir

Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Fale com o blog

Envie o seu email para o blog.

Nome E-mail * Mensagem *