Pesquisar este blog

31 maio 2013

Marcadores: ,

Entrevista - Como encontrar um amor? (Márcia de Oliveira)

Compartilhar
O que fazer e evitar na busca amorosa

Recorte do cartaz de "Medianeras" (2011)

Uma em cada três pessoas prefere conhecer um futuro parceiro pela Internet do que em uma boate. O dado é dos resultados de uma pesquisa realizada pelo site de relacionamentos Badoo.com. Independentemente da forma, o que grande parte dos solteiros deseja é encontrar um grande amor e para isso, não há lugar ideal. É o que o ensina a psicóloga, Márcia de Oliveira, co-fundadora da Clína Amor e Timidez e idealizadora do Brasilis, site voltado ao encontro entre brasileiras e britânicos. Ajudando há anos casais a se encontrarem e se acertarem em uma relação, ela fala sobre como encontrar um amor e afirma: "os livros e filmes de amor prestam um desserviço, pois levam as pessoas a idealizar a busca por um amor".

Muitas pessoas desejam encontrar um grande amor, mas a pergunta é como? Amigos de amigos, baladas, Internet, há algum jeito ideal para encontrar um amor?
M: Não existe um jeito ideal de encontrar um grande amor. Todos somos diferentes, assim sendo a situação que me deixa à vontade (como, por exemplo, uma balada) pode ser aquela que te deixa mais desconfortável, e, portanto, a menos apropriada para um romance. Muitas pessoas ficarão surpresas, mas pesquisas demonstram que a maioria dos relacionamentos têm início a partir da apresentação de amigos. As baladas ficam lá atrás, com uma pequena porcentagem! O local ideal para encontrar um amor é aquele onde você está totalmente à vontade, seja o ambiente de trabalho, a Internet ou até mesmo o elevador.

Se a pessoa idealiza não encontra um amor, pois ninguém chega à altura da projeção e se acaba sempre só"

Quais costumam ser os erros mais comuns das pessoas especificamente no processo de busca por um amor e como evitá-los?
M: Eu acredito que o principal erro cometido pelas pessoas na busca amorosa é a idealização. A pessoa elabora uma imagem perfeita do parceiro e parte em busca desta criatura impossível. No final ninguém chega à altura daquela projeção e a pessoa acaba sempre sozinha. Devemos nos lembrar de que nenhum ser humano será capaz de satisfazer todas as nossas exigências, eles sempre serão um “pacote” de qualidades e defeitos. Quando você compra uma casa sempre há uma coisa ou outra que não vai ao encontro daquilo que você sonhou (a cozinha é ótima, mas o banheiro é muito pequeno, ou coisa do tipo), mas você acaba fazendo concessões porque os pontos positivos superam os negativos. Os relacionamentos amorosos deveriam funcionar da mesma maneira, as pessoas precisam ser capazes de pesar estas características e evitar que a idealização destrua as coisas boas que podem vir daquele amor.

Recorte do cartaz de "Medianeras" (2011)

É preciso focar em um só modo de procurar um amor ou quem está em busca deve tentar em todos os lugares e momentos?
M: Como você mesmo sugeriu, toda hora é hora, todo lugar é lugar. O amor é uma manifestação espontânea e pode surgir nas mais inusitadas situações. Infelizmente há determinadas crenças, como a de que frequentar baladas é essencial para quem está em busca de um parceiro, quando, na verdade, lugares assim costumam ser os menos adequados. Se não acredita em mim quando digo que todo lugar é lugar, é só perguntar para amigos e familiares como eles conheceram a sua “cara-metade”. Cada pessoa possui uma história diferente, mas todos possuem em comum o fato de que se não estivessem “abertos” não teriam aproveitado as suas respectivas oportunidades.

A maior parte das relações tem início a partir da apresentação de amigos em comum, as boates ficam em último lugar"

A busca pelo amor pode ser realizada pela Internet há algum tempo. Qual o perfil geral das pessoas que recorrem a esses serviços?
M: No finalzinho dos anos 1990, a Internet era conhecida como um reduto de pessoas mais inibidas ou socialmente inaptas (os “nerds”), principalmente quando o assunto era o amor. Conhecer alguém via Internet era visto como algo “inferior” e poucos utilizavam ou pelo menos admitiam utilizar este método. Felizmente tudo isso mudou e atualmente todos fazem uso desta ferramenta maravilhosa que temos à disposição. A Internet aproxima pessoas que de outra maneira jamais conheceriam umas às outras, não somente em termos geográficos, mas também de classes sociais, idades, profissões... Enfim, muitas pessoas recorrem à internet para conhecer novos parceiros, seja através de salas de chat, fóruns, ferramentas sociais como o Facebook e o Orkut ou através de sites especializados como o Brasilis. A Internet também é o paraíso das pessoas mais pragmáticas, ou seja, pessoas que procuram um amor baseado em alguns pré-requisitos. Ela dá a você a oportunidade de pesar com calma os prós e os contras antes de dar prosseguimento a um relacionamento, coisa que não acontece em outras situações.

Recorte do cartaz de "Medianeras" (2011)

Como os psicólogos fazem os estudos de compatibilidade amorosa, em agências de namoro físicas ou virtuais, para dizerem as chances de um casal dar certo?
M: Algumas agências utilizam um sistema extremamente simplificado de cruzamento e isso acaba gerando problemas e situações constrangedoras para os usuários. As agências mais sérias geralmente contam com o apoio de psicólogos e pesquisadores que têm a capacidade de desenvolver ferramentas mais sérias para este fim. Assim sendo, o cruzamento de parceiros será baseado não somente em aspectos mais objetivos como idade, peso, altura e nível de escolaridade mas também em questões mais qualitativas como o que se espera de um parceiro, o que se espera de um relacionamento e até mesmo traços de personalidade. Em nosso caso, também dispomos de ferramentas psicológicas que nos permitem avaliar a maneira como amamos e gostamos de ser amados, e elas se mostram extremamente úteis na hora de encontrar uma pessoa compatível.

A Internet ajuda a encontrar um amor, o que não se pode fazer é ficar somente no contato virtual, é preciso ser 'real'"

Grande parte das pessoas sonha viver grandes histórias e espera o destino trazer alguém, como nos filmes. Encontrar um parceiro em um site não parece artificial, desesperado ou arquitetado demais?
M: Voltamos à questão da idealização. Eu adoro o gênero de filmes que você mencionou, mas, como os livros, eles alimentam ainda mais a nossa fantasia e em alguns casos nos afastam da realidade. Toda história de amor é uma grande história de amor, não importa se você conheceu a pessoa numa viagem à Paris ou em uma briga de trânsito. As pessoas idealizam demais o amor e esquecem que a felicidade pode estar mais perto do que elas imaginam, basta abrir os olhos e é claro, o coração. A Internet é uma ferramenta moderna e quando bem utilizada pode facilitar a aproximação de pessoas que por um ou outro motivo não se encontrariam na “vida real”.

Recorte do cartaz de "Medianeras" (2011)

O que não pode acontecer é a pessoa ficar somente no contato virtual, devemos sempre nos lembrar de que a Internet deve servir como uma ponte para o contato real com as pessoas. Alguns utilizam esta ferramenta porque gostam de fazer uma pré-seleção baseada em determinadas características (os pragmáticos que mencionamos anteriormente). Outros utilizam a Internet porque simplesmente não têm tempo de conhecer pessoas por questões de trabalho ou outras razões. Os jovens fazem uso da rede porque cresceram acostumados à ela, e para este pessoal o amor virtual é tão real quanto qualquer outro. Também não podemos nos esquecer de que hoje em dia a Internet está muito mais avançada e o contato não se limita apenas aos emails ou salas de chat. Quando você conhece alguém pode quase que imediatamente engatar uma conversa via MSN/Skype e sentir se aquela moça ou aquele rapaz são realmente o que está procurando.

É possível, mas é difícil que um contato iniciado em sites ou aplicativos de sexo casual se transforme em uma relação duradoura"

Há também na Web e nos celulares um número crescente de sites e aplicativos para a busca de sexo casual. As pessoas falam sobre amor eterno, mas na prática se interessam mais por relações não duradouras?
M: Existem visões diferentes em relação ao amor, mas também existem momentos diferentes que cada um de nós pode estar vivendo em relação a ele. Em outras palavras, há pessoas que enxergam os relacionamentos de uma forma mais sexual e pulam de um relacionamento para o outro como eu e você mudamos de roupa. Essas pessoas são felizes assim e não acham que há nada errado com o seu jeito de amar. Além disso cada um de nós também pode passar por uma fase de relacionamentos mais casuais entre e um e outro mais duradouro. Pessoas que sofreram uma grande decepção podem optar por uma sequência de relacionamentos mais superficiais antes de entregar-se novamente a somente uma pessoa. A Internet também é muito útil nestas circunstâncias, uma vez que oferece uma infinidade de serviços que facilitam o sexo casual. Não há nada de errado nisso desde que a pessoa reconheça a natureza destes serviços e não espere encontrar um amor para a vida toda (apesar de que isso pode acontecer, ainda que as chances sejam muito pequenas). Quando você busca um site para conhecer alguém é importante estudar o serviço com bastante atenção para decidir se ele vai ao encontro de suas expectativas. Além disso, vale lembrar aquela frase do padre francês Curé D’ars, “Amamos uma coisa na proporção do que ela nos custou”, ou seja, se você e a outra pessoa perderam apenas cinco minutos preenchendo um cadastro com meia dúzia de questões, as chances de que este relacionamento irá para frente serão muitíssimo pequenas.

Recorte do cartaz de "Medianeras" (2011)

Dentro ou fora da Internet, um problema comum das relações é descobrir com o tempo que o outro não era nada do que se pensava ou parecia ser. Como não cair nesta armadilha?
M: Infelizmente, nenhum de nós possui uma bola de cristal e a única maneira de conhecer alguém de verdade é passando mais tempo com esta pessoa e vendo como ela se comporta em diferentes situações. Por mais que você tente antever determinadas características ainda pode surpreender-se negativamente mais para a frente e isso pode pesar muito na hora de decidir pela continuidade do relacionamento. Por outro lado, se as pessoas com quem você se relacionou sempre deixaram esta má impressão isso pode significar que você está idealizando demais e quando se depara com a realidade sente que foi completamente enganado. Outro erro comum cometido pelas pessoas é a crença de que os parceiros devem ser completamente diferentes para que ambos possam “se completar”. Isto não é verdade, os relacionamentos duradouros são geralmente compostos por pessoas que possuem muita coisa em comum (semelhanças), chamamos isso de homogamia. Se você sofre uma decepção atrás da outra há uma pequena chance de que seus valores estão um pouco “descalibrados”.

Se a pessoa já tentou de todas as fomas e continua sozinha pode ser a hora de procurar um psicólogo ou terapeuta"

Às vezes a pessoa já tentou de todas as formas encontrar um amor duradouro e não teve sucesso, seja por não encontrar alguém compatível ou interessado em algo sério. O que fazer: aceitar que não é fácil ou procurar terapia, pois pode ser com esta pessoa o problema?
M: Os relacionamentos amorosos não são fáceis e voltando ao assunto dos filmes, estes não prestam nenhum favor passando a impressão de que tudo sempre acaba bem. Além disso é uma característica comum dos seres humanos a sensação de que “a grama dos outros é sempre mais verde”, ou seja, achamos que todos estão amando e sendo amados, menos nós. Se você já tentou de todas as formas e até hoje continua sozinho ou sozinha, faça um exercício de auto-análise e tente descobrir qual foi a sua parcela de culpa em todos estes fracassos. Peça também a opinião sincera de amigos e familiares, e se concluir que está de fato exagerando em algumas coisas não tenha vergonha de procurar a ajuda de um psicólogo ou terapeuta. Um profissional capacitado terá condições de ajudá-lo a enxergar os próprios erros e oferecerá as ferramentas necessárias para que possa corrigi-los, aumentando as suas chances de encontrar seu grande amor.

1 dos desabafos - DESABAFE!:

  1. AGORA VEREMOS… Diga para você mesmo o nome do único rapaz ou moça com quem você gostaria de estar (três vezes)… Pense em algo que queira realizar na próxima semana e repita para você mesmo (seis vezes). Se você tem um desejo, repita-o para você mesmo (Venha cá ANJO DE LUZ eu te INVOCO para que Desenterre s de onde estiver ou com quem estiver e faça ele ME telefonar ainda hoje, Apaixonado e Arrependido, desenterre tudo que esta impedindo que s venha para MIM , afaste todas aquelas que tem contribuído para o nosso afastamento e que ele silvio. não pense mais nas outras… mas somente em MIM. Que ele ME telefone e ME AME. Agradeço por este seu misterioso poder que sempre dá certo. Amém…). Publique esta simpatia por três vezes , basta copiar e colar por três vezes em in forum diferente esta simpatia abaixo e logo em 48hs você terá uma linda surpresa, beijos Ainda esta noite de madrugada o TEU amor dará conta de que TE ama, algo assim acontecerá entre 1 e 4 horas da manhã esteja preparada para o maior choque de sua vida! Se romper esta corrente terá má sorte no amor. Deus vai lhe abençoárá e sua vida não será mais a mesma.

    ResponderExcluir

Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Fale com o blog

Envie o seu email para o blog.

Nome E-mail * Mensagem *