Pesquisar este blog

28 janeiro 2012

Marcadores: ,

Rapidinhas: Homem se casa com primeiro amor graças ao Facebook (e outras notícias de amor)

Compartilhar
Direto ao que interessa e sem dramas
Meu primeiro amor

Cena de Meu primeiro amor (1991)

Um giro ligeiro e prazeroso sobre o que anda sendo publicado na Internet sobre amor e relacionamentos. 

Homem se casa com seu primeiro amor, 42 anos depois, graças ao Facebook 
Na adolescência, nos anos 1970, o escocês, hoje aposentado, Hugh Forsythe namorou com Maureen Stewart, mas terminaram após quatro meses. Ele nunca esqueceu seu primeiro amor, apesar da distância. Depois de 42 anos, Forsythe, viúvo, encontrou com um parente que o contou sobre o divórcio de Maureen e, então, começou a procurá-la no Facebook. Enviou mensagens a várias Maureen, mas finalmente reencontrou a que procurava. Começaram a passear por lugares que costumavam ir na adolescência e rapidamente se casaram novamente, no fim de 2011.

Que história inspiradora traga pela Marie Claire, não? E, você, também sonha em reencontrar seu primeiro amor? Dá uma "cutucada" nele no Face, quem sabe... :)

Casamentos arranjados têm mais chances de ser felizes
O Hugh e a Maureen estão felizes, após escolherem estar juntos, mas segundo pesquisa da Universidade de Rajasthan da Índia, divulgada pelo blog Ciência Maluca. O estudo mostra que nos casamentos livres o sentimento de amor começa muito intenso, mas com o passar dos anos e com a convivência ele vai diminuindo até terminar na separação. Entretanto, nos casamentos arranjados, pela família, por exemplo, como os parceiros não se conheciam, o amor é inexistente no início, mas com o tempo, 10 anos após a união, os casais arranjados costumam se amar duas vezes mais do que os casais livres.

Quem consegue explicar? Eu arrisco a expectativa como causa. Quem casa com quem já ama e quer vai com grandes expectativas para o casamento, mas quem tem um casamento arranjado deve ir sem esperar muita coisa. Talvez...


Aplicativos para celular ajudam na hora da paquera
Tudo começou com o mIRC, depois com o Bate Papo Uol, hoje com os aplicativos para celular, os serviços virtuais de paquera evoluíram para serviços como Grindr e o MeetMoi. Matéria do Jornal da Globo destacou os serviços e a revista Época também falou sobre o FimDaBusca.com, aplicativo para o Facebook e que pretende auxiliar quem busca um parceiro. 


Acho válida toda tentativa de encontrar o amor, mas pelo que já usei destes serviços, você encontra sexo, amor ainda não foi localizado, não para mim.


Foi bom pra você? Até a próxima rapidinha!

4 dos desabafos - DESABAFE!:

  1. Oi Ruleandson,

    Tudo bem? Adorei o post e conheço um caso semelhante. A história é linda.

    Beijos.
    http://lucianasantarita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Essa pesquisa sobre casamentos arranjados foi feita por uma universidade indiana, não foi? Nada tendenciosa.

    ResponderExcluir
  3. Luciana Santa Rita,
    Obrigado. É uma história linda mesmo! :)

    --
    Ynot Nosirrah,
    Justamente por ser de uma universidade que não acho tendenciosa, a universidade é uma instituição isenta de interesses, né? ;) Eu acho que pode fazer sentido pelo que comentei, pela expectativa, quando você se casa com quem ama sua expectativa é alta, então pode sim se decepcionar, mas quando se cassa com quem nem conhece não há expectativa, então uma vida boa se torna uma vida ótima.

    ResponderExcluir
  4. É uma bela história. Até acredito sabe...

    ResponderExcluir

Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Fale com o blog

Envie o seu email para o blog.

Nome E-mail * Mensagem *