Pesquisar este blog

24 agosto 2011

Marcadores: ,

O leitor só queria.. (Paula e Marcela)

Compartilhar
Paula Teixeira (MG)

"Eu só queria amar e ser amada pela primeira vez. Nunca amei, tão pouco fui amada. Desde meu 'primeiro amor' (platônico, logicamente”), minha vida amorosa tem sido um desastre! Esse primeiro amor me desdenhou, olhou apenas minhas aparência não tão agradável à época e me humilhou, até o último ano de colégio. Ao entrar na faculdade, pensei: tudo vai mudar. Ledo engano, logo recebi um tapa na cara por causa da minha aparência, por não ter um nariz fino arrebitado, um testa pequena, enfim, por não ser bonita. Lá, também tinha meus amores platônicos, mas pelo menos eram pessoas de mais valor.

E, assim, vou seguindo, comigo nunca acontece o amor ... estou sempre só. Meus companheiros são meus pais, minhas amigas e minha cadelinha. Não sei seduzir, só sei amar, desejar quem não me quer. E sinto, a cada dia, dentro de mim, a certeza de que sempre serei só, aquela solteirona meio infantil, rodeada de animais e solidão.

O amor para mim é... eu ainda não conheci o amor e acredito que não irei conhecer.

Na vida eu aprendi que... cada um tem uma personalidade e alguns possuem a tendência de se iludir e acabam sempre só. Estou nesse grupo!

Minha frase preferida é: 'Quem olha para fora sonha, quem olha para dentro desperta' (Carl Gustav Jung )".

Paula Teixeira - produtora de TV, nasceu e mora em Belo Horizonte, Minas Gerais - conheceu o blog desde que ele surgiu, "ele exprime em palavras cada momento da minha vida amorosa desastrosa".

Marcela e Gonçalves (MG)
"Eu só queria que as garotas que pensam em se casar, lessem a minha história, pois ao me livrar da minha dor prometi dar meu testemunho na tentativa de evitar o sofrimento de outras garotas. Conheci o significado de 'castelo de areia' logo após o 'sim' no altar. Na intensidade com que fui invadida pela paixão, fui invadida pelo arrependimento. Para suportar a realidade, passei a escrever como seria minha vida se não tivesse me casado. Vivo, então, as duas vidas: a que era e a que poderia ter sido. Uma real e outra no papel. Até que um dia, já totalmente adoecida, volto a estudar, descubro-me viva, e saio do papel para ser feliz na vida real.

O amor para mim é cumplicidade, sexo e boas gargalhadas.

Na vida eu aprendi que nunca há garantias, mas existem caminhos mais prováveis para se encontrar a felicidade a dois.

Minha frase preferida é: Escolher com consciência não é garantia de felicidade, mas é a única maneira de não se arrepender do caminho escolhido".

Marcela e Gonçalves - comerciante, nasceu e reside em Minas Gerias - conheceu o blog por do “Para Garotas que Querem se Casar".
Para participar, clique aqui ou envie e-mail para ruleandson@gmail.com e desabafe! Os leitores que já enviaram os textos terão seus desabafos publicados nos próximos meses, desabafe você também!

7 dos desabafos - DESABAFE!:

  1. nossa perfeito para o momento.
    adorei um dos melhores.

    ResponderExcluir
  2. Passando para conferir os posts e deixar um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Oi É a Paula Teixeira ... Nossa, escrevi esse desabafo em momento de desespero. A situação real não mudou muito, mas minha visão sobre as coisas sim. Ando percebendo, finalmente, que é verdade a máxima: antes só do que mal acompanhado. a maior parte dos casais que vemos, não têm uma relação saudável. Antes ser solteira do que ter alguém que te maltrata ou não te adiciona em nada.

    Estou ainda em dúvida se acho a tampa da panela ... Mas ando achando o que é mais importante: eu mesma e aqueles que me amam!

    ResponderExcluir
  4. Antes só...é verdade, não nascemos em ninguém...

    abraço

    ResponderExcluir
  5. Para a Paula Teixeira , te achei linda, de verdade.

    Sabe , pelo seu breve relato, acho que vc está desiludida assim com o amor pq deve ter namorado a pessoa errada, incompatível com vc e ainda por cima insistindo nessa relação.

    Você reclamou do seu nariz, vou te contar o meu caso... Sou estrábico, só que meu estrabismo não é daquele caso gravíssimo. Alguns dias devido ao cansaço ele aparece mais, outros as pessoas nem notam.

    Cheguei a sofrer preconceito na escola, de um grupo de meninas da minha sala, que se reuninam constantemente para me zuar, me chamar de vesgo,etc... Alguns meninos tb , mas esses mais raramente, pq com eles eu conseguia me impor, com eles eu podia descontar , nem que fosse fisicamente.

    Sofri por muito tempo com isso, e até pensei por muito tempo em fazer uma operação. Mas também percebi que esse sofrimento me fez crescer como pessoa, me fez evoluir em todas as áreas,com o conhecimento, passei a entender mais como funciona as pessoas e os relacionamentos, e principalmenteo EGO humano.

    Me fez diferente da maioria que só busca obter algo do outro e nunca contribuir. Só buscam diversão a curto prazo, em baladas , bebedeiras, sexo sem compromisso etc.

    Me fez também ser muito seletivo, se a pessoa me discriminar por eu ter uma característica diferente é pq ela se pauta por valores muito diferentes dos meus, consequentemente é incompatível comigo. Não tenho raiva da pessoa nem nada, simplesmente me afasto, pq ela é incompatível comigo.

    É claro que a aparência física é importante, pois para ter uma relação com alguém você tem que ter atração sexual, mas o ponto que quero chegar, é que esse padrão estabelecido pela sociedade é doentio , essas revistas femininas que colocam modelos magras e tratadas no computador, só servem pra diminuir a auto-estima da suas leitoras.

    Não se guie por esses valores doentios da sociedade e procure por pessoas que saibam reconhecer a suas qualidades em primeiro lugar, que eu tenho certeza que são muitas, e acima de tudo, se de o devido valor e seja seletiva, procure um homem que também tenha qualidades. É muito melhor qualidade do que quantidade.

    Eu por exemplo, busco sempre algumas qualidades na mulher, Auto-estima, vontade de crescer na vida( desejo de evoluir seja na áreas profissional, pessoal), bom humor, que seja companheira e me de apoio, que goste de contribuir com os outros.

    E você acha que é fácil encontrar alguma menina assim como descrevi ?

    Ah maioria são aquelas do tipo baladeiras que eu descrevi, e as que eu vejo desse perfil geralmente já estão namorando.

    Mas eu diferente de você , ainda não perdi as esperanças.

    Quem sabe um dia agente encontra a pessoa certa ?

    ResponderExcluir
  6. Olá, passando aqui linda *-*, estou te seguindo, visita meu cantinho também :
    http://reverseobrlife.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Fale com o blog

Envie o seu email para o blog.

Nome E-mail * Mensagem *