Pesquisar este blog

13 abril 2010

Marcadores: ,

Razão do meu sorriso

Compartilhar
Do amor que um dia tive
Filme te amarei para sempreRecorte do cartaz de Te amarei para sempre (2009)
"Eu era algo importante"(Te amarei para sempre - 2009)

Em tempos de poucos amores, poucos foram os que ele amou. Não por amar pouco, mas por amar muito quem ele amou. Naquele tempo em que não havia mais tanto tempo para sentir amor ele enfrentou seus dias pensando naquele que o tempo, aliado da vida, um dia levou. Não estava carente, encontrara amantes. Havia saúde, não estava doente. Tinha amigos, colecionava sorrisos - alguns próprios e outros arrancados por ele de bocas que não eram a dele. Se sabia inteiro sem precisar de chamar a alguém de metade. Não estava amargo, havia um humor bom. Não estava desocupado, se desdobrava e nem assim cumpria todos os compromissos que tinha dia após dia. Aguentava o fardo, bem sabia que no mundo mais do que o amor existe. Conseguia viver só, amava a própria companhia e na garganta não havia nós por aquele que ele amou, mas já não mais vinha, já não mais tinha. E era por sentir-se tão bem e ele continuar lhe fazendo falta que esse tempo sem aquele que ele amou o inquietava. Era por ter tantas certezas, era por sentir-se completo que lhe rondava uma estranheza sobre aquele que ele de certo ainda amava. Se não era carência, se não era por falta do que fazer, se não era doença, se não era por frio ou por calor, ele então tomava consciência de que aquela permanente ausência só poderia ser o tal do amor. E mesmo sem ele, mesmo sem a companhia daquele que amava, nada mais o esperançava tanto, nenhuma outra coisa lhe trazia um sorriso tão grande ao rosto como saber que amava e que há amor. Não vivia da ausência, mas a lembrança dele se tornara parte da sua essência. Não parou sua vida, mas com amor seguia. Em tempos em que a vida passava e o amor qual fosse ainda era tudo o que importava. Há de ser assim, duas vidas, uma história em pausa e você ainda em tudo, para que esse amor não tenha fim. Por isso entenda, você não é razão para qualquer tristeza que um dia habite em mim. Hoje, você não é a razão de qualquer choro meu. Não há mais dor por ter te amado, pois você é a razão do meu sorriso e de todo amor que eu preciso ter comigo.

27 dos desabafos - DESABAFE!:

  1. Oi querido,
    Saber amar sem sofrer é uma dádiva!
    Quem dera eu poder dizer o mesmo, que o "meu amor é o motivo do meu sorriso!".
    Lindo seu texto, apaixonante.
    Meu blog eu fechei por tempo indeterminado. Estou cansada de falar de mim, do Jeffrey, do que sinto por ele e me faz sofrer tanto.
    Mas o seu cantinho eu visitarei sempre.
    Beijo grande,
    Gi.

    ResponderExcluir
  2. Gi,
    Entendo você e espero que volte em breve a desabafar...
    "Eu não me cansei de falar dele, mas as pessoas se cansaram de me ouvir. Então, eu parei"
    (Johnny & June - 2006)
    Beijos e muitos sorrisos!

    ResponderExcluir
  3. Engraçado quem no intimo todos amamos do mesmo jeito..somos pessoas diferentes, nunca nos vimos, primeira vez que faça algum comentário, masi sempre acho que estas falando de mim...queria poder ter um contato direto com vc...pode ser?? =)))

    AmooOo muito tudo isso!!!

    ResponderExcluir
  4. Ellen Borges,
    Obrigado! Que bom que desabafou e gostou da crônica. Bom, é só mandar e-mail ruleandson@gmail.com Beijos! ;)

    ResponderExcluir
  5. Ahhhh! Feliz dois meses de término para mim, hoje! Nem sei porquê, mas é bom poder flr com vc aqui, e acabei de ter uma das visões mais nobres sobre amar e amor, que super considero válido dar-te os parabéns por mais essa! Adotei essa frase q vc usou acima há tempos, e já havia visto ela em algum antigo texto seu...rs
    "Eu não me cansei de falar dele, mas as pessoas se cansaram de me ouvir. Então, eu parei"
    (Johnny & June - 2006)
    Fico ansioso pelas atualizações! Obrigado por me ajudar só escrevendo o que você sente, se todos soubessem manifestar os sentimentos como vc o faz, e tivessem a coragem de expô-los como você expõe... algumas experiências nas nossas vidas poderiam ser absorvidas do sofrimento alheio, e com o tempo, seria mais fácil alcançar isso que você demonstrou, tendo o amor como motivos pra sorrir, mesmo sem tê-lo, só sentindo... Parabéns!

    ResponderExcluir
  6. * Guï *,
    Eu que te agradeço pelo apoio às crônicas e por ler o que escrevo, muito obrigado! :D Prazeroso saber que essas palavras sobre vivências minhas podem ajudar alguém, como você, a lidar com seus amores, sentimentos e relacionamentos. Baita responsabilidade e baita satisfação. Fique bem sempre e sejamos felizes! Beijos! Obrigado! :D

    ResponderExcluir
  7. Amo tudo muito isso ,esse blog e mara e tudo .
    Parabéns mais uma vezzzz..

    Bjsss

    ResponderExcluir
  8. Adoro o blog, há muito tempo já. Tem coisas que parecem escritas para mim, ehhe. Parabéns
    Aproveito e divulgo o meu blog que estou iniciando.

    ResponderExcluir
  9. Não mandei o enredeço no outro desabafo.
    Enfim, fica aí se alguém se interessar, adoraria ver comentários. Obrigado.
    http://jaleuhoje.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Anderson,
    Obrigado, moço! :D E essa crônica, o que achou dela? ;)

    ResponderExcluir
  11. "Se sabia inteiro sem precisar de chamar a alguém de metade."

    Como me sinto bem aqui, como tudo parece se encaixar perfeitamente ao meu padrão de sentimentos, que por inúmeras vezes julgei ser o impróprio ... você me ajuda muito Ru (que chamo de Guru, quando indico para meus amigos), e adoro quando entro no email, e tem atualização no eu só queria ... ! Linda crônica, linda, hoje me sinto assim com relação a um dos meus amores, outros ainda doem... ' Obrigada, está de parabéns.

    ResponderExcluir
  12. Nine,
    Muito obrigado, por suas palavras! Fico bastante realizado quando leia as palavras de vocês e vejo que o blog tem ajudado nessa reflexão coletiva, nossa, sobre o amor! Bom demais, como se diz aqui em Minas! Um beijo e que em breve você sorria também ao se lembrar desses amores que ainda doem! :D

    --
    Saionara,
    Obrigado! :P

    ResponderExcluir
  13. É tão bom ler seus textos. vc consegue ir a fundo nos sentimentos, parece que vc conta a cada cronica a minha vida e me faz abrir os olhos! Sorrir... parece ser tão simples, mas é tão complexo... Sorrir de ver ele, sorrir de falar com ele, sorrir de lembrar dele, sorrir de saber que ele existe, sorrir de simples felicidade, sorrir porque é melhor que chorar...
    "Não há mais dor por ter te amado, pois você é a razão do meu sorriso e de todo amor que eu preciso ter comigo." Mesmo longe dele, mesmo sabendo que nada mais pode dar certo, que nossos caminhos mudaram de direção, pra talvez não se encontrarem mais, saber que ele existe é revigorante, saber que mesmo indiretamente ele vai tá sempre ao meu lado é a força para que meus músculos faciais forcem um sorriso!

    ResponderExcluir
  14. nati b.,
    Fico lisonjeado com suas palavras e espero merecê-las! :D

    Não é fácil voltar a sorrir, mas não podemos fazer do amor um lamento, penso eu. Temos que nos esforçar e sermos felizes mesmo com tudo, sabe? Pelo menos vamos tentar! ;) Beijos e que bom que há lembranças dele que também te trazem sorrisos!

    ResponderExcluir
  15. Então. Amei!!. Mas é incrivel. Pq terminei um relacionamento bem qdo vc postou "eu não era o amor da vida do amor da minha vida" E foi exatamente o que eu sentia. :)
    Espero mais crônicas lindas!
    http://jaleuhoje.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. "Não vivia da ausência, mas a lembrança dele se tornara parte da sua essência."

    Algumas metades podem nos fazer sorrir. *-*

    Mais um texto que pensa (e mostra) por mim. Mais um que me deixa sem argumentos diante de tanta verdade e grandeza. Obrigada.

    ResponderExcluir
  17. Oizinho quero agradecer por fazer parte do meu antinho da harmonia, vim retribuir a visita e encontro aki um coração lindo, adorei o post adorei tudo de aki, te leio te sigo, estarei sempre por aki. obrigada por este espaço fantástico.
    com carinho
    Hana

    ResponderExcluir
  18. Apaixonateeeeeeeee....lindissimo....
    acho que me sinto assim....
    bom ter uma razão para sorrir sempre....por mais que ela não esteja presente...
    bjoksss Ru.
    Ju Feres

    ResponderExcluir
  19. Anderson,
    Obrigado e mais crônicas eu prometo, o lindas eu deixo por conta da sua generosidade. ;) Beijos!

    --
    - Hemilly Mares,,
    Eu quem agradeço por sua gentileza e bondade com as minhas palavras! Obrigado!

    --
    Hana,
    Eu que te agradeço! :D

    --
    Ju Feres,
    É muito bom mesmo... trazendo sorrisos está bom! :P

    ResponderExcluir
  20. com certeza seus textos são a razão de muitos sorrisos meus .. adoro ler cada um deles.

    ResponderExcluir
  21. Gabi,
    Que esse amor dure por muito tempo, então! (risos) Obrigado, pelo carinho! :D

    ResponderExcluir

Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Fale com o blog

Envie o seu email para o blog.

Nome E-mail * Mensagem *