Tecle CTRL + D para adicionar aos Favoritos | Desabafos - Crônicas |. Revista  |. Frases - Tumblr  |. Você no blog |. Receba as crônicas por e-mail |. Sobre o blog e o autor | Fale conosco
Carregando...

Feliz aniversário


Compartilhe no Orkut Share on Tumblr Compartilhe no Pinterest

Dos sonhos que ficaram

Filme Cake
Recorte do cartaz de Cake (2006)
Para T.G.

"Descobri. Ou melhor, aceitei: eu nunca vou esquecer o amor da minha vida. Nunca. Mas agora, com sua licença. Não dá mais para ocupar o mesmo espaço. Meu tempo não se mede em relógios. E a vida lá fora me chama!"
(Fernanda Mello)

Faz alguns dias que eu me apaixonei por alguém, e dessa vez não era você. Foi bom saber que eu ainda consigo me apaixonar, mas foi ruim perceber que eu nunca vou sentir por ninguém o que eu sinto por você. Apesar de nunca ter sido, você é o meu primeiro namorado, pois em meu coração você ganhou esse papel, por tudo que você representou, no momento em que você apareceu. E, sabe como é, ninguém nunca esquece o primeiro namorado. Por isso, você vai ter sempre o seu lugar, um lugar especial e inalcançável, que nenhum outro conseguirá alcançar. Nenhum outro vai ocupar o lugar que você preenche, mas agora eu percebi que existem muitos outros lugares para os quais um coração pode caminhar. Então, em algum momento, alguém será mais especial do que você em minha vida, mas o seu lugar, a sua importância estarão sempre lá! E seja quem for que entre na minha vida, essa pessoa vai ter que saber conviver com isso. No entanto, confesso, o mais difícil mesmo tem sido eu saber conviver com isso.

Seja por qual motivo for, eu sempre vou te amar! Mas eu agora sei, felizmente, separar o fato de você ter esse lugar no meu coração do fato de conviver com você. Não é porque eu te amo que eu tenha que conviver com você, e eu acho que não conviver e não te procurar de modo algum já é o máximo que posso fazer, para te esquecer, para permitir que nós sigamos nossas vidas. O resto não compete a mim.

Por não ter o amor, eu perdi um amigo, pois você era meu amigo, e antes de tudo eu te amava enquanto amigo e como amigo você também me amava, e eu tive que reconhecer que eu não dava conta mais e tirar você da minha vida. Não foi fácil e não sei nem se foi justo conosco o que fiz, mas tive que pensar em mim. Eu me esforço para não gostar, mas nas poucas vezes em que te vi, nesse tempo em que me afastei de você, aprendi algo que os meses de distância não foram capazes de me ensinar: NINGUÉM REALMENTE MANDA NO CORAÇÃO, e não adianta eu planejar, ou ensaiar, tudo funciona no modo razão, mas a vida opera no modo emoção. Portanto, eu vou esquecer você quando eu tiver que esquecer e se eu tiver que esquecer.

E eu já sinto falta de todos os presentes que eu não te entregarei nesses próximos aniversários, de cada hora de cada dia em que você completará mais um ano e eu não terei feito parte da sua vida, eu não terei estado ao seu lado. Sinto falta antecipada de todas as coisas boas que eu sei que você viverá, mas eu não receberei um telefonema seu para compartilhar cada nova conquista, você não vai me contar. Sinto falta de ser convidado para a sua festa, mesmo sabendo que não devo ir. No Natal, não haverá mais um pedido irônico para ceiarmos juntos e no reveillon você não me ligará para desejar um feliz ano novo. Eu nunca mais sentirei o seu abraço e, talvez, a gente finja que não se viu quando a gente se vir por aí. E eu vou ter que conviver com a falta que tudo isso me faz e eu vou ter que aprender a ser feliz de algum modo. Mas tudo isso é necessário e não é porque eu não te amo, não é porque eu não te amo mais, é justamente pelo contrário, e, quem sabe, um dia, você vai me entender. A gente não daria certo. Somos iguais em sermos diferentes e não dava mais para eu ter tão perto o que eu queria, mas não tinha.

E em meio a tudo eu não me preocupo comigo, eu me preocupo em como ficarão os nossos sonhos agora que não podem mais contar com a gente para realizá-los?

(Eu ainda queria fazer aula de violão com você. Feliz aniversário, T.G.!)

"Eu sempre sentirei saudade. Mas o nosso amor é como o vento, não posso ver, mas posso sentir"
(Um amor para recordar - 2002)

"Mas não se esqueça das canções que fizeram você chorar e as canções que salvaram sua vida. Sim, você está mais velho agora, você é um porco que ficou mais esperto, mas elas foram as únicas que ficaram com você por todo o tempo"
(Morrissey/Marr)


Sobre o autor
Ruleandson%20do%20Carmo Ruleandson do Carmo , autor de todas as crônicas deste blog , é jornalista, doutorando em Ciência da Informação (UFMG) e ama falar de amor. Saiba mais
Facebook Twitter Orkut Google Plus Gmail
Desabafos - Comente
41 Desabafos - Comente

41 comentários :

  1. Ru...

    Texto perfeito e profundo!
    Me fez lembrar muito do meu primeiro e grande amor...
    E hj um ano depois, sinto q ele será pra sempre especial, eterno, embora eu o esqueça, viva novos amores, paixões, sonhos, ele será sempre o primeiro...a pessoa a quem me entreguei de corpo e alma...a quem dividi as duvidas, medos e acima de tudo os planos e sonhos...
    E como vc disse:"E em meio a tudo eu não me preocupo comigo, eu me preocupo em como ficarão os nosso sonhos agora que não podem mais contar com a gente para realizá-los."
    Hj após um certo tempo...a ferida não dói mais..mas a cicatriz permenece e pra sempre vai estar ali...e aquele eterna duvida...como seria?

    Bjos Ru, Parabéns pelo lindo texto.;)

    ResponderExcluir
  2. Só uma coisa: PUTA QUE PARIU, cara! Chorei! :((

    ResponderExcluir
  3. Ru, faço das palavras do Anônimo que desabafou...
    Só uma coisa: PUTA QUE PARIU, cara! Chorei! :(
    Muuiiito perfeitoo Ru!!!
    Só voce mesmo pra me fazer se emocionar tannnto desse jeitoo!!!

    Sou tua fããããã!!!!:)

    ResponderExcluir
  4. As veze a gente começa a pensar onde foi e, é claro, por que deu errado. Então a gente tem duas opções: culpar a nós mesmos, e ficarmos eternamente magoados porque nós não conseguimos alguma coisa; ou culpar o outro, a época em que aconteceu, o destino, e submergir na idéia de que não, não há nada de errado comigo, "o inferno são os outros". O legal no seu texto [é uma crônica? é uma confissão? é uma sessão com o terapeuta?] é que você não joga a "culpa" para um dos lados, mas a pesa milimetricamente numa balança imaginária. Há culpa espalhada por todos os lados? Sim! Mas também há a aceitação [não gosto dessa palavra, mas não há outra] de perceber que, se não deu, não deu e pronto. Vai ficar o buraco, mas correr atrás do pedaço arrancado para tentar costurar é perda de tempo. Melhor aprender a conviver com essa ausência e tentar fazer cicatrizar da melhor maneira possível...

    ResponderExcluir
  5. Jaque,
    Muito obrigado, mocinha! :D Não imagina o quanto esse texto é especial para mim e me fez bem poder desabafar de algum modo por meio dele.

    E parece ser isso mesmo, alguns se tornam o nosso grande amor e outros serão nossos amores também, mas não tão grandes como esse amor especial. E as cicatrizes sempre ficam, sempre...

    --
    Anônimo,
    Obrigado! ;)

    --
    Angélica,
    Que isso, linda! :) Obrigado! Obrigado, mesmo!

    --
    Flavimar,
    Lhe responderei com duas frases:

    "Apesar de ter me magoado naquela época, ele não era cruel. O mundo era"
    (Arquivo Morto)

    e

    "Minha vida é uma colcha de retalhos, todos da mesma cor"
    (Mario Quintana)

    ResponderExcluir
  6. pois é querido ... marcas do que ficou, sonhos que vamos ter, como todo dia nasce, obrigado amanhecer ... já dizia o poeta ...

    de qualquer forma parabéns para ele ... e para vc vida longa e novos sonhos ...

    bjux

    .-)

    ResponderExcluir
  7. Paulo Braccini,
    Obrigado! E é isso aí, um feliz aniversário para ele e que ele se sinta abraçado onde ele estiver! Felicidades a ele! ;)

    E, sorria, rapaz! :D

    ResponderExcluir
  8. Oi Ru,

    Muito lindo o texto! Você realmente tem o dom de tocar as pessoas com as suas palavras! Parabéns! Mas, não gosto de ver você triste, tome isso apenas como um aprendizado e não perca a oportunidade de conhecer outras pessoas que possam realmente te fazer feliz, pq vc merece e muito!

    Bjs, Eliane.

    ResponderExcluir
  9. Eliane Lages,
    Obrigado! Espero mesmo poder ter esse dom! ;)
    Pode deixar que serei feliz sim! De algum modo!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  10. Own. *-*

    Parabens para quem não merece parabens.

    Beiiijo.

    ResponderExcluir
  11. Como um cara nasce uma vez e nasce tão talentoso? *-*

    ResponderExcluir
  12. Anônimo,
    :) Obrigado por me ver assim! Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Parabéns! Vc nasceu com o dom da palavra, encanta a todos com suas palavras diretas e sensíveis... Esse post me tocou muito, afinal "NINGUÉM MANDA NO CORAÇÃO" e o meu em especial, é quem manda em mim agora... (p.s.: adoro as imagens e as frases de filmes que vc coloca no texto :D)

    ResponderExcluir
  14. Natália,
    Muito obrigado, mocinha! :D
    Que bom que gosta das imagens e frases, são todas pensadas com muito carinho para cada crônica, entrevista ou notícia! Beijos! Desabafe sempre!

    ResponderExcluir
  15. Ru.. há um mês escrevi algo muito parecido com seu texto a alguém e isso dói tanto!

    Hoje já consigo respirar.. sinto um alivio por libertar energéticamente esta pessoa dos meus nós... espero que tanto eu quanto ele sejamos mais felizes.. há certos sentimentos que não mudam.. concordo.. mas é preciso ousar...ousar encontrar felicidade em outras paisagens!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Roberta,
    Pois é, o problema é que a vida segue, o mundo gira, mas de algum modo, mais dia, menos dia, ele vai passar sempre pelo mesmo lugar. :)

    ResponderExcluir
  17. e três anos depois, o texto ainda se encaixa perfeitamente!

    ResponderExcluir
  18. Carol,
    Não entendi, mas tá valendo! (risos) ;)

    ResponderExcluir
  19. Eu chorei mais uma vez...
    È triste chegar a essa conclusão...
    Eu cheguei mais tah doendo muito ainda...
    Eu sou tão boba q ainda choro por ele...
    E penso se ele realmente vai ser feliz...
    E os nosso planos ???e o nosso amor???Já morreu?

    Por não ter o amor, eu perdi um amigo, pois você era meu amigo, e antes de tudo eu te amava enquanto amigo e como amigo você também me amava, e eu tive que reconhecer que eu não dava conta mais e tirar você da minha vida.


    Ah, Ru

    Pq tem que ser assim ?Pq eu não consigo olhar na cara dele,pq eu naum consigo ser amiga dele?

    bjs

    Rafa

    ResponderExcluir
  20. Oii querido!!!
    Leio TODOS os dias seu blog, e sou apaixonada pelas coisas q escreve. 99% dos textos, parecem serem escritos exclusivamente por/pra mim.. rs
    Adoro mesmo!!
    Mas este de hj, em especial, foi espetacular, de uma sensibilidade e um talento ímpar. Parabéns!!!
    Boa semana! Bjos

    ResponderExcluir
  21. Rafa,
    :(( Queria saber a resposta que acalmasse o seu coração, mas tem coisas que nunca vamos entender e talvez nem devemos tentar entender. Um dia, acalma, ameniza, eu prometo! ;)

    --
    Taty,
    Que coisa boa, saber que lê todos os dias, obrigado pelo carinho! :D
    E muito obrigado, fico feliz em saber que gostou assim do texto! Beijos e ótima semana!

    ResponderExcluir
  22. Rapaz.... estou sem palavras...

    Faz pouco tempo que acompanho seu blog, e já me identifiquei com muita coisa que vc escreve.
    Mas este texto em especial mexeu demais comigo!
    Parece que estou vendo minha estória escrita aqui!

    Parabéns pelo seu blog, seus textos são maravilhosos!
    E este, na minha opinião, é fora de série!

    Bjs

    ResponderExcluir
  23. Anônimo,
    Então, seja bem-vindo! :) Muito obrigado, é gratificante saber que tem gostado dos textos e deste de um modo especial, pois ele também é um texto especial para mim! ;)

    Beijos e desabafe sempre!

    ResponderExcluir
  24. Mariana,
    Obrigado! Seja bem-vinha e desabafe sempre! :P

    ResponderExcluir
  25. Rú...
    Me fez bem ler esse texto hj, justo hj que me coração sangra por não saber onde colocar os sonhos e planos com alguém que não quer mais estar aqui, alguém que dizia me amar e insistia em me fazer acreditar nisso e de repente se diz confuso e com medo do futuro. E ainda tem coragem de me pedir um tempo. É logico , quer me ter como reserva pq sabe que aquela outra pessoa o fará infeliz como sempre fez, voltará a ser o soldadinho raso da namorada general. Só peço a Deus que o dia que ele voltar...se voltar , eu possa estar feliz e ele seja apenas uma lembrança.
    Era pra ser um comentário, mas acabou sendo um desabafo, rsrs.
    Bjos no seu coração Ru...
    Sú... D;

    ResponderExcluir
  26. ,
    Não tem problema algum ter virado um desabafo, o objetivo do blog é justamente esse e fico muito feliz que de algum modo tenha encontrado conforto aqui, ok? Me conforta saber disso! Beijos e fique bem! :D

    ResponderExcluir
  27. Bruna Noronha de Araújo,
    Fico feliz que tenha gostado! Obrigado! :D

    ResponderExcluir
  28. Muito Lindooo
    o mais engraçado é que eu passei exatamente por isso...
    queria te-la d meu lado mas nunca tive
    e hoje em dia ela ainda da sentido aos meus dias
    eu não lembro dela com frequencia, mas sempre vou querer q ela esteja feliz mesmo sem mim...

    ResponderExcluir
  29. Jean Chandler,
    E com certeza se depender do nosso voto estarão sempre felizes e sempre em nós, com um novo nome: saudade! Obrigado e abraço!

    ResponderExcluir
  30. Admitir que Nãodaríamos certo foi o mais complicado...Mas fazer o quê?!? As nossas vidas seguem...E o lugar dele ainda tá aqui!
    Adoreiiiiii o texto! Muito bom!!!
    Deu vontade de chorar!

    Parabéns e Escreva mais! Vc tem O Dom!
    BJUS

    ResponderExcluir
  31. Alinne Girlaine,
    Muito obrigado e para alguns, o lugar sempre estará em nós... alguns, sempre... :(

    ResponderExcluir
  32. Eu sei que esse texto é antigo, mas deu vontade de comentar mesmo assim, apesar de não ter sido a primeira vez que eu to lendo ele. Aliás, nem sei quantas vezes já parei para lê-lo ._. Sabe Ru, nem sei o que dizer. Não sei se digo que vs descreveu o pedaço mais triste, e o mais feliz, da minha vida nele. Ou se digo que tem coisas que, por mais tristes que sejam, nunca vão ser esquecidas e sempre serão lembradas com um sorriso nos lábios e algumas lágrimas nos olhos. Talvez as duas, pois são verdades para mim.
    Esse texto me faz sentir saudades, me faz sentir um pouco de dor lá no fundo. E me faz lembrar do quanto me senti impotente, por não poder fazer nada enquanto esse meu 'amor' ia embora. É verdade que sempre vai ter um lugar aqui pra ele, é verdade que eu sempre vou comparar esse 'amor' que se foi, com os outros qe - talvez - virão. Mas enfim, esse texto foi tudo que eu precisava ler, não só hoje e nem agora.
    Já falei muito também HUEHEHUES.

    Parabéns Ru sz

    ResponderExcluir
  33. - Hemilly Mares,,
    É antigo, mas eterno, sempre que o revivermos, e isso serve para esse texto e tudo em nossas vidas... Fico feliz por você ter finalmente desabafado sobre ele, é algo muito especial para mim essa crônica... É mesmo muito triste nos sentirmos assim, fracassando no amor. Mas é muita felicidade quando percebemos que podemos superar! Obrigado pelo carinho e boa sorte para nós! :D

    ResponderExcluir
  34. Acho incrível o talento que você tem para escrever passagens da minha vida.

    ResponderExcluir
  35. Acho que eu nunca um li um texto que eu me identificasse tanto...
    Feliz aniversário... A.

    ResponderExcluir

Emoticons desabafos Digite os caracteres ao lado das imagens e adicione emoticons ao seu desabafo!
Formatação desabafos Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Blog Widget by LinkWithin