Tecle CTRL + D para adicionar aos Favoritos | Desabafos - Crônicas |. Revista  |. Frases - Tumblr  |. Você no blog |. Receba as crônicas por e-mail |. Sobre o blog e o autor | Fale conosco
Carregando...

Como vai você?


Compartilhe no Orkut Share on Tumblr Compartilhe no Pinterest

Como, vai... você!

Filme A morte lhe cai bem

Recorte do cartaz de A morte lhe cai bem (2009)

"Você dizia que me teria até você morrer. Mas você ainda está vivo"
(Alanis Morissette)


Como vai você? Não, não me interessa saber, mas ainda tenho um pouco de educação no estoque para gastar, até mesmo com pessoas como você. Sim, eu só não te trato como você merece porque a minha educação e o meu caráter não permitem. Lembra dessa? Eu te disse que era a minha mãe que havia dito, mas, na verdade, essa frase é minha, eu criei pensando em dizer um dia para você. Agora, eu disse! Algumas vezes eu sonhei com cenas e frases de cinema para nós dois, mas nenhuma delas saiu do papel. A nossa história seria um filme ótimo para você criticar, sabia? Queria ler a sua sincera opinião ao nos ver na tela. Até hoje sinto que você não percebeu bem o que nos aconteceu... quem sabe assim... Eu adoraria isso, mas não tanto quanto eu adoraria poder voltar ao tempo e nunca ter te conhecido. Você é alguém cujo nome encabeça uma pequena lista de pessoas que eu adoraria não ter conhecido na vida. Mas fazer o quê se por bem ou por mal (por mal, acredite) essa minha vida se divide em antes e depois de você?

Outro dia eu vi uma foto, linda, perfeita, de vocês dois. Que coisa mais linda! Você se ama tanto que precisava literalmente de um clone? Quando alguém chama eu só queria saber: qual dos dois atende primeiro? É que são tantos, não é mesmo? Assim, deve ser mais fácil para você não esquecer o nome dele. Seria engraçado e romântico, caso não fosse patético. Quanta falta de criatividade, mas você, realmente, nunca foi bom nisso, devo admitir. E agora, o que pensa em fazer da vida? Vão casar, ter filhos, comprar o cachorro que você sempre quis, e morar em uma linda casa com vista para o mar?

O quê? Terminou? Ele te deixou? Acabou? Você está sofrendo? Um pausa para eu fingir que me importo... E, então, qual é a sensação de ter o seu coração partido, os seus sonhos dilacerados, o destino retirado do seu caminho sem ninguém te explicar o por quê? Descobriu como dói? Chorou por uma noite inteira? Ainda é pouco, diante do que passei, ainda é o mínino perto do que você me fez passar. Eu quero que ele te faça sofrer por dias, semanas e meses, quero que ele esfregue muitos e muitos outros na sua cara, quero que ele exiba ao mundo todo a felicidade que outras pessoas, e não você, dão a ele. Quero que você se sinta impotente, abandonado e um nada. E eu quero que depois ele volte arrependido, reconquiste sua confiança e faça pior do que antes. Só assim você vai chegar perto do que eu passei, só assim você vai saber como foi.

Por onde andam a minha nobreza e o meu perdão? Não sei, por que não procura no lugar em que você me abandonou e me deixou para trás enquanto escolhia a próxima vítima? Talvez, ainda esteja tudo lá, ao lado de um pouco de esperança e confiança nas pessoas que eu também perdi, por sua causa. Não quero que ninguém admire meu coração por não guardar mágoas de você, não, não quero, eu quero que eles saibam que eu sou real, eu quero que eles admirem a obra-prima que você criou. Eu não tenho mais medo de não ser admirado e devo isso a você, também. Veja bem esses traços, foram pintados por você, Picasso. Eu sei, ando mesmo amargo, no entanto, que culpa tenho eu se foi com ele que você gastou todo o açúcar?

Mas agora vai lá, vai atrás dele, implora para ele voltar e devolver sentido para a sua vida. Eu quero dançar no seu casamento, eu quero, por um momento, segurar o seu buquê. Eu quero te ver e saber, como vai você? Eu quero te ver, sabe? Como, vai... você! Mas, agora, não. Já tomei seu tempo demais, meu bem. Só te chamei aqui para te dizer que não te amo mais, que não sinto mais nada por você, nem raiva, nem ciúme, não ficaram mágoas, morreu tudo que eu sentia por você, e que eu te desejo toda a felicidade do mundo. Essa é a verdade, acredite: eu não amo e, muito menos, odeio você!

"Uma mentira muitas vezes repetida, torna-se verdade"
(Joseph Goebbels)


Sobre o autor
Ruleandson%20do%20Carmo Ruleandson do Carmo , autor de todas as crônicas deste blog , é jornalista, doutorando em Ciência da Informação (UFMG) e ama falar de amor. Saiba mais
Facebook Twitter Orkut Google Plus Gmail
Desabafos - Comente
21 Desabafos - Comente

21 comentários :

  1. Afff. ainda bem que não é sou eu que já me senti assim.. que alívio!

    ResponderExcluir
  2. ótimo, como sempre de parabéns pelas maravilhas que voc escreve!

    ResponderExcluir
  3. Roberta,
    Certamente não estamos sós nessa! Infelizmente... Beijos!

    --
    Cris,
    Muito obrigado, mocinha! Beijos! :D

    ResponderExcluir
  4. Uaau, ótimo, Ru.
    Me fez muito bem ler.
    Beijão grande ;)

    ResponderExcluir
  5. "Não quero que ninguém admire meu coração por não guardar mágoas de você,[...]eu quero que eles saibam que eu sou real, eu quero que eles admirem a obra-prima que você criou."

    E não é sem esforço, verdade?
    Eu acompanho o blog já faz bem um tempo, mas nunca comentei, talvez preguiça ou porque não dava no meu outro servidor. Enfim, parabéns RU, você consegue escrever no papel o que muita gente pensa/sente, mas que guarda pra si.
    Beijão ;*

    ResponderExcluir
  6. Lethicia Lavezo,
    Fico feliz que tenha gostado, mocinha! :D
    Beijos e obrigado!

    --
    - Hemilly Mares,
    Que bom que finalmente conseguiu comentar! :P
    Muito obrigado por suas palavras! Beijão!

    ResponderExcluir
  7. Oi menino, excelente crônica. Parabéns.
    Abração

    ResponderExcluir
  8. parabéns pela elegância do desabafo ... vc lida maravilhosamente com as palavras ... amo tudo aqui ... felicidades e continue assim ... precisando chute mesmo o balde ...

    bjux

    ;-)

    ResponderExcluir
  9. Wanderley Elian Lima,
    Obrigado! :D Abração!

    --
    Paulo Braccini,
    Que bom que gostou e achou elegante, fico aliviado em saber que me expressei de tal modo! ;) Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Estou vivendo isso no momento.Mas diferente do desabafo acima eu nem tenho educaçao numa hora dessas.Adorei o Bolg tem muita coisa a ver comigo aqui.
    Parabens.

    ResponderExcluir
  11. Regi,
    Bem vinda! :) Que bom que gostou do texto e do blog! E, realmente, às vezes é difícil manter a educação! beijos!

    ResponderExcluir
  12. ódio é uma forma de amor reprimido...

    ResponderExcluir
  13. Ru, quero te dizer q são poucas as pessoas q têm a coragem de assumir o q sentem, muitas vezes , pra si mesma, imagine pro's outros. E quer saber... porra! vamos acabar com este verniz de quinta categoria, sermos magoados, desprezados, feridos e ainda dizer pra si e pros demais "ñ guardo mágoas", "ñ tenho raiva", entre outras pérolas. Dane-se! somos humanos e imperfeitos, guardamos mágoas, sim, sentimos raiva, sim, odiamos tb. Mas apenas superamos estes sentimentos qd assumimos, mostramos pra nós mesmos, sem querer pagar de herói ou de 'equilibrado'. Só assim, viramos a página de muitas histórias em nossa vida, aprendemos a duras penas e estaremos mais preparados pra recomeçarmos outras histórias de forma real, sincera, honesta e sem se deixar iludir por algum ser imaturo. Bjsss querido, gostei e vou passar a assumir meus vários lados humanos de ser, independente de serem admirados, negativos ou positivos, apenas 'humano'.

    ResponderExcluir
  14. Patricia G.

    nossa que aliviu ler isso, deu um estimulo, pra seguir enfrente !
    Obrigada !

    ResponderExcluir
  15. mariana,
    Nem sempre, às vezes o ódio é um amor NADA reprimido! ;)

    --
    Anônimo,
    PERFEITAS as suas palavras e leitura do que eu disse! Obrigado por me entender e por complementar meu pensamento! ;) Altruísmo tem limite!

    --
    Patrícia G.,
    Eu que te agradeço por me ler! Beijos! :D

    ResponderExcluir
  16. Cara vc é d+++++++++++++

    ResponderExcluir
  17. Amei o texto, porém ainda não esqueci completamente, to magoada... quero e vou superar. Suas palavras me deram a força que eu precisava!
    Vc realmente é D+. Parabéns.

    ResponderExcluir
  18. “Eu não tenho mais medo de não ser admirado e devo isso a você, também”
    Sei muito bem o que é isso...Já passei e a gente vai aprendendo a viver....

    ResponderExcluir
  19. nossa.. me achei ali no meio. Tu descreveu quase que minha história com meu ex namorado.. eu sou fã do blog Depois dos Quinze e vi um texto teu lá.. "o que ganhei com o tempo que perdi" e achei muito interessante o modo como coloca teus sentimentos e tua visão nele, ai resolvi vir visitar seu blog pra ler mais um pouco. Está de parabéns! :)

    ResponderExcluir

Emoticons desabafos Digite os caracteres ao lado das imagens e adicione emoticons ao seu desabafo!
Formatação desabafos Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Blog Widget by LinkWithin