Tecle CTRL + D para adicionar aos Favoritos | Desabafos - Crônicas |. Revista  |. Frases - Tumblr  |. Você no blog |. Receba as crônicas por e-mail |. Sobre o blog e o autor | Fale conosco
Carregando...

Entrevista - Orgasmo feminino: a importância do gozo (José Cardoso Nascimento)


Compartilhe no Orkut Share on Tumblr Compartilhe no Pinterest

Só o sentimento não basta

Filme Falando de sexoRecorte do cartaz de Falando de sexo (2004)

No último dia 8, mulheres por todo o mundo comemoraram o Dia Internacional da Mulher. Entretanto, se a data celebra um marco da libertação feminina e da luta pelo fim do sexismo, parece que o sexo feminino ainda precisa de mais realização, justamente, no sexo. Pesquisa recente realizada pela Universidade Estadual do Piauí revelou que 73% das moradoras de Esperantina, ao norte do Piauí, nunca alcançaram o orgasmo. O levantamento aponta que a realidade sexual da mulher pode não ter mudado nas últimas décadas: estudo feito por psicanalistas do Rio de Janeiro, nos anos 1970, revelou que 62% das mulheres não gozavam. Hoje, segundo dados da Sociedade Brasileira de Estudos sobre Sexualidade Humana, cerca de 56% das brasileiras sofrem de alguma disfunção sexual.

Esta triste realidade feminina despertou a preocupação do sociólogo e psicólogo Dr. José Cardoso Nascimento, também formado em psicanálise e hipnoanálise. Há anos atendendo pacientes em seu consultório, para tratar neuroses - disfunções do não amadurecimento das fases oral, anal e genital de forma natural, passando pela resolução do complexo de Édipo - ele é autor do livro "A importância do gozo sexual da mulher – e o grande sofrimento de não alcançá-lo". Nesta entrevista ele fala sobre os problemas de uma vida sem o gozo sexual e pondera "a falta de orgasmo está ligada, principalmente, a um fator desesperador: uma péssima autoestima".


- Neste mês de Março foi celebrado o dia Internacional da Mulher. O senhor acredita que a mulher já se libertou sexual e emocionalmente?
J: É bom que se comemore o dia Internacional da Mulher. Porém, a mulher tem usado a liberdade muito mais para competir com os homens do que para amar. Emocionalmente estão confusas e insatisfeitas.


- Pesquisas indicam que poucas mulheres alcançam o orgasmo durante o sexo. A que o senhor atribui essa realidade?
J: A falta orgástica está ligada, na maioria das vezes, excetuando-se traumas e violências ocorridas na infância, a três fatores básicos: uma relação edípica não elaborada (triângulo pai-mãe-filha); desconhecer e tornar os genitais femininos intocáveis até a puberdade, tornando-os, praticamente, atrofiados: e o mais desesperador dos três : uma péssima autoestima.
A masturbação tem o principal papel na compreensão, desde a infância, de que o corpo responde a um estímulo"


- Quais são os principais distúrbios sexuais enfrentados pela mulher?
J: O distúrbio sexual que mais incomoda a mulher é a anorgasmia (ausência do orgasmo). É como se lhe faltasse um pedaço do corpo.


- A masturbação teria qual papel para ajudar as mulheres a alcançar o orgasmo?
J: A masturbação tem o principal papel na compreensão, desde a infância, de que o corpo responde a um estímulo.


- No livro, o senhor chama a atenção para o grande sofrimento feminino por não alcançar o orgasmo. Como esse sofrimento se reflete na vida da mulher?
J: Um desastre. A mãe passa para os filhos sua eterna insatisfação, com tudo e com todos.

Filme 9 cançõesRecorte do cartaz de "9 canções" (2004)


- Mas é comum "descontar" no trabalho, nos amigos e familiares a falta de orgasmo?
J: Homens com problemas sexuais (ejaculação precoce, impotência ou que apenas ejaculam, mas não gozam), procuram compensar tais faltas tornando-se poderosos, donos de grandes posses, consumistas vorazes, como forma compensatória de uma aparência saudável. Eficiência zero, com eles mesmos. Segundo a metáfora cristã, Jesus disse: é mais fácil um camelo passar pelo buraco de uma agulha do que um rico entrar no reino dos céus. Quando gozamos estamos no sétimo céu. Estamos nas nuvens. Lembra desses ditados populares?

A mulher anorgástica, na maioria das vezes, torna-se agressiva e vingativa, pois acha que é o parceiro que não dá conta de lhe fazer gozar. Isso é piada! Ou ela tem a capacidade de ter orgasmos ou não. Uma grande parte acomoda-se e acaba somatizando, isto é, desenvolvendo doenças de fundo emocional que repercutem no físico. Podem tornarem-se excelentes profissionais, desviando toda libido para produções aceitáveis que lhes colocam em pedestais
compensatórios. A pessoa anorgástica acaba demonstrando sua infelicidade de alguma maneira e as pessoas próximas usam de brincadeiras jocosas, dizendo que ela precisa de amor.


- Qual seria o papel de quem convive com uma mulher nessa realidade?
J: O papel de quem convive com uma mulher anorgástica é nenhum. Exemplo: duas pessoas estão famintas, mas só existe comida suficiente para matar a fome de uma. Ela come toda a comida e mata a sua fome, mas jamais matará a fome da outra pessoa que não comeu.
Uma boa autoestima é fator importante para sua permissão de ter orgasmo com o parceiro"

- O sexo é praticado, no mínimo, a dois. Uma mulher que não alcança o orgasmo deve procurar auxílio psicológico individual ou terapia de casal?
J: Não se cura o casal. O tratamento é a tentativa de curar a disfunção de um dos dois, ou de ambos individualmente, no caso perguntado, a mulher.


- O gozo deve ser o mais valorizado na relação sexual, todo sexo tem que terminar em orgasmo?
J: Nem toda relação sexual termina em gozo. Tanto o homem pode ejacular sem ter gozo, como a mulher pode não tê-lo também. Mas, ambos, se sentem incompletos. É como quem faz uma dieta: fica incompleto, não se satisfaz.


- Quem está lendo esta entrevista e não tem orgasmos, qual o primeiro passo para mudar?
J: Procurar uma ajuda competente. Pode-se ter uma grande excitação, mas não a descarga orgástica. Uma boa autoestima é fator importante para sua permissão de ter orgasmo com o parceiro. Ninguém se dá, quando se acha um lixo.


Sobre o autor
Ruleandson%20do%20Carmo Ruleandson do Carmo , autor de todas as crônicas deste blog , é jornalista, doutorando em Ciência da Informação (UFMG) e ama falar de amor. Saiba mais
Facebook Twitter Orkut Google Plus Gmail
Desabafos - Comente
19 Desabafos - Comente

19 comentários :

  1. Adorei, querido! Dá vontade de fazer mandar um adesivo (pra colar no carro ou em ambiente de trabalho) assim: "E aí, já gozou hoje?", junto com meu conselho predileto: "Mal humorado? Corte os pulsos". hahahahaha

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Disso, eu não sabia. Impressionante como é alta a percentagem de mulheres anorgásticas (esse termo é outra coisa que desconhecia).

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Cecília,
    Certamente o gozo tem importância fundamental e devemos buscá-lo, de modo consciente e saudável, claro. Mas só gozar também não garante bom humor para ninguém! (risos) Beijos!

    --
    Elga Arantes,
    Pois é, são números assustadores. É preciso reverter essa realidade. Beijos!

    ResponderExcluir
  4. Ru,

    Ótima entrevista!
    Assunto que mesmo hoje, com toda modernidade, de certa forma ainda é um tabu.
    Adorei a frase"Ninguém se dá, quando se acha um lixo".
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Jaque,
    Obrigado. E tomara que ajude algumas pessoas a ter uma vida mais saudável e feliz! Beijos!

    ResponderExcluir
  6. 73%????
    fiquei chocada aqui, meo deos, também levantarei a plaquinha: JÁ GOZOU HJ?

    isso é muito triste,é uma pena que seja verdade... ótimo texto.

    ResponderExcluir
  7. Culpada! Como qualquer mortal...,
    Números assustadores, né? Vamos sim levantar a plaquinha (risos). Obrigado e abração!

    ResponderExcluir
  8. Gostei da Entrevista, mas gostaria de saber como pode uma mulher ter orgasmo sozinha (mastrubação) e não ter com o parceiro?
    se puder me responder estaria muito satisfeita em saber o que acontece.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo,
    Infelizmente, apenas realizei a entrevista, não sou conhecedor do tema cientificamente. Peço que procure um ginecologista ou sexólogo para esclarecer seu questionamento.

    No entanto, entendo que a masturbação foi citada na matéria como um modo de se conhecer e se estimular sexualmente, um aprendizado para o sexo. Mas converse com um profissional que saberá lhe explicar melhor!

    Obrigado e abraço!

    ResponderExcluir
  10. Gostaria de parabenizá-lo pelo blog!!! muito inteligente....

    ResponderExcluir
  11. Anônimo,
    Fico feliz que tenha gostado! Obrigado!

    ResponderExcluir
  12. MULLER LIVREE, ENTENDE E AJUDA AS MULHERES A SE MASTURBAREM E SE AMAREM E SENTIR PRAZER
    www.mullerlivree.webnode.com
    www.mullerlivree.webnode.com
    esse entende a mulher livree

    ResponderExcluir
  13. Olá comentaristas,muitos ainda não entenderão a questão da coisa,com certeza atingir o orgasmo está muito além do gozo e digo de passagem que o homem não sente orgasmo,ele só vai até o gozo e na maioria dos homens é um gozo precose,já a mulher para atingir o orgasmo é preciso que seja tocado no ponto "G",para que ela atinja o clímax total e por inclível que pareça milhões de mulheres nem elas mesmas sabem onde está localizado o ponto "G".Agora esse índice de 75% das mulheres que não atingiram o orgasmo infelizmente é proveniente delas não terem o ponto "G".
    Obs: O que pode ser considerado como orgasmo no homem,é simplesmente quando o mesmo deixa de ejacular por mais de 15 dias,a partir daí vem um gozo acumulado muito forte só isso.

    ResponderExcluir
  14. Gostei da entrvista , nossa posso sentir como as pessoas qe nao conseguem gozar ficam poiz a pouco tempo tbem nao conseguia e achava qe eu fasia meu parceiro(a) infeliz. Mas pra isso nao precisa pressa , apenas ter amor pelo outro e carinho fica a dica.

    ResponderExcluir
  15. Minha namorada de 20 anos tem muito tesão e não consegue gozar , eu tenho 41 e é a primeira vez que vivo isso, tenho conversado muito com ela sobre esse assunto , e já tentamos de tudo , porém ela é muito resistente em relação a procurar um médico..mas, estou a convencendo aos poucos...

    ResponderExcluir
  16. Não tenho nada a reclamar da minha vida sexual,pois,desde meus 16 anos eu tenho orgasmo sempre,sempre gozo quando posso,além de fazer amor,também gozo quando meu marido me masturba,a mulher para alcansar o orgasmo a mulher tem que saber e falar para o parceiro onde ela fica mais ecitada,eu adoro quando ele me faz enlouquecer de prazer.fassa ele feliz e ele tambem ye fara feliz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom, mas é uma situação rara, segundo os especialistas, né? Infelizmente...

      Excluir
  17. Depois de ler essa entrevista , descobrir que nunca tive um orgasmo , tenho 36 anos namorei um cara por muitos anos , que tbm não conseguia, hj estou só e me sinto incompleta tenho até medo de me relacionar , mais por ser timida e fui criada assim nunca quis procurar ajuda e mesmo que quiseses onde moro não temos especialista ...O que deveo fazer...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,
      Procure ajuda profissional em uma cidade mais próxima, não desista! Boa sorte!

      Excluir

Emoticons desabafos Digite os caracteres ao lado das imagens e adicione emoticons ao seu desabafo!
Formatação desabafos Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Blog Widget by LinkWithin