Pesquisar este blog

02 dezembro 2008

Marcadores: ,

Circo

Compartilhar
Sem vocação para palhaço

Ensaio promocional de Circus, álbum da princesa pop Britney Spears

"Há apenas dois tipos de pessoas no mundo: umas que entretem e umas que observam. Bem, baby, eu sou o tipo de garota que não gosta dos bastidores eu tenho que ser a primeira [...] Como o quê? Como um circo!"
(Circus - Britney Spears)

Nunca gostei de circo. Na verdade, nunca tive talento, muito menos paciência, para ser ou ver o palhaço. É que é diferente fazer alguém rir de ser um palhaço. Enquanto todas as crianças riam com o palhaço, eu gritava e chorava. É, pensando bem, eu amo circo, eu não amo é o palhaço. Acho que eu já sentia a tristeza que movia aquele artista desesperado por me fazer rir, ou será que eu já sabia que iria crescer e continuar cruzando com palhaços que não trazem risadas?

Palhaço no circo é talento, é arte. Agora palhaço fora do picadeiro é aquele cara que te conquista para obter os seus aplausos, te trata como uma criança idiota e depois ri, ou melhor, dá gargalhadas da SUA cara. São aqueles caras que colocam o pé para você cair apaixonado por eles, mas tudo com a melhor das intenções, faz parte do espetáculo. O palhaço da vida real só quer te dar um gostinho de alegria e te ver voltar com um balde de pipoca e um algodão doce (para ele, obviamente) pedindo bis. Palhaço fora do circo é aquele verme que pode ser definido como o herói dos "mas". Ele adora sua companhia, MAS nunca faz questão dela. Ele está arrependido, MAS não muda. Ele queria muito te ajudar, MAS está ocupado demais para você. Ele ama conversar com você, MAS nunca te liga. Mas...

Chega de palhaçada! Lava essa cara e arranca esse nariz, pois já perdeu a graça! Chega de "mas", que essa piada é velha e meus neurônios me impedem de ainda rir de você. Pára de sempre incluir a negativa, faça algo positivo, afirmativo, começando pelas suas frases e terminando nos seus atos. E não me acuse de cuspir fogo, não tenho culpa se você encheu minha boca de querosene e riscou o fósforo, palhaço. É tão bom assim brilhar sozinho? Como é atirar facas? De tanto ter que desviar do alvo e acertar ao lado, acho que você se acostumou a só passar perto e hoje usa um escudo para ninguém atingir seu coração, né? Nem pode ser o equilibrista, você não equilibra nem suas emoções, quanto mais andar na corda bamba (ops! mesmo assim você está na corda bamba). Não quero mais suas mágicas, seus truques, nem seu olhar sexy de "mulher-barbada". Você não aprendeu o truque direito: se você cortar alguém em pedaços no seu palco, depois vai ter que juntar! Ah, mas se EU te enfiar na minha cartola vai ser para você realmente desaparecer, para sempre.

Agora olha para o lado. Quem tá aí com você? Ninguém? Ah, tem alguém?! OK! Vou reformular a pergunta (não deu para ensaiarmos o número antes): tem alguém que presta aí do seu lado? A platéia já foi embora? Só restaram cobras, leões e outras feras, palhaço? Vai acostumando, pois você agora será o domador de animais, nesse circo. As pessoas não conseguem mais conviver com você, só restaram os animais. É que, no fundo, ninguém acredita de verdade em um palhaço. Eles todos riem na sua frente, e continuam rindo de você nas suas costas, entende? E pensar que você poderia ser o dono do circo, se ensaiasse mais... Mas, como dizia o Tianastácia "se o cara nasce mané, cresce mané, morre mané, mané!". Com você é "se cercar é hospício, se cobrir é circo". Só que agora eu saí debaixo da sua lona, fique só com suas loucuras.

Belo trapezista você, ganha a confiança do parceiro, mas quando ele se lança não segura as mãos e deixa ele cair sem rede. E não importa o quão fundo tenha sido o poço em que caí, sem perceber, apaixonado por um palhaço, o que importa é que lá no fundo do meu poço tinha cama-elástica, um potente pula-pula e um daqueles canhões pelos quais eles atiram algumas atrações do circo, sabe? Portanto, voei para bem longe de qualquer cidade onde seu circo ainda possa chegar. Cada um tem no seu céu a estrela que merece e você não faz mais parte da minha constelação. Então, se "hoje tem marmelada"? Não tem não não senhor. O palhaço é você e não eu! Amar um idiota também é ser idiota.

"Você não gosta de mim, eu não gosto de você, isso não importa. Única diferença: você continua me ouvindo, eu não ouço você"
(Kill the lights - Britney Spears)

Texto inspirado em palhaços, cafajestes, womanizers, idiotas, imbecis, bestas, tipinhos (para nenhum em específico e para todos no geral) e também na nova música, clipe e álbum de Britney Spears, "Circus". Abra espaço no picadeiro, pois ela voltou. Bem-vinda de volta, Britney!

25 dos desabafos - DESABAFE!:

  1. "Isto é dinheiro no seu bolso ou você está feliz em me ver?"

    Eu não gosto de palhaços. Tanto dos do circo quanto dos da vida real.

    Eu acho que o palhaço do circo tenta fazer com que a gente dê risada do que não tem graça. Ele passa a vida jogando tortas na cara das pessoas e acreditando que isso é engraçado. Mas não é. As pessoas, acredito, dão risadas daquela figura pintada tentando fazer com que a gente se divirta.

    O palhaço da vida real também pensa que acharemos graça do que ele faz. Entretanto, desse tipo teremos é pena, raiva e só decepção!

    ResponderExcluir
  2. Flavimar D.,
    "E que você descubra que rir é bom, mas que rir de tudo é desespero" da canção do Frejat, que musicou o poema do Victor Hugo.

    ResponderExcluir
  3. Aii,nossa, hoje foi perfeito.
    Fotinho da britokaaaaaaaa.
    AMEIII mesmo.
    O texto, foi maravilhoso. Tbm nao suporto esses tipinhos, mas infelizmente eles existem...
    Hoje niver da divaaa.
    Feliz Aniversario pra BRITNEY.
    E PARABENS PELO BLOG.
    Andei fazendo propaganda e o pessoal esta todo amarrado. Todos adoraram.
    Um dia vc faz com foto da LINDSAY LOHAN? (sim, sou pidão)...KKKKK
    Amei mesmo RU.
    beijo.

    ResponderExcluir
  4. Pierce,
    Os palhaços existem mesmo, infelizmente...
    Quero lhe agradecer, novo aqui no blog e já frequente e ainda ajudando a divulgar, valeu mesmo!
    E, olha, a Lindsay já marcou presença no blog... Confira aqui!

    ResponderExcluir
  5. nao pude nao deixar de comentar no post que a foto dela estava...rs.
    mas bem que ela podia aparecer denovo...rs
    KKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  6. Adorei!!!

    Realmente nao dá para viver a vida ao lado de um palhaço, nós que amamos mais, precisamos viver a vida ao lado de pessoas que são verdadeiras e não ao lado daquelas que querem viver um personagem.

    Parabéns...

    ResponderExcluir
  7. Tupi,
    Chega de palhaços e personagens, queremos gente real, né?
    Obrigado!

    ResponderExcluir
  8. Espero que em 2009 eu consiga falar ao palhaço da minha vida esse último parágrafo para ele. Realmente me sinto como um trapezista que caiu na rede.
    Estou fazendo como o Pierce, nova no blog e divulgando bastante.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Claudia Helaine,
    Espero que você consiga hoje e não deixe para 2009! Se você pode tirar um idiota da sua vida hoje por que esperar até o ano que vem? (risos). Obrigado, por ajudar na divulgação! Beijos!!!

    ResponderExcluir
  10. Ru....
    Esse texto ficou MARAVILHOSOOO!
    Infelizmente encontramos por ai esses tipos de palhaços, que ao invés de nos fazerem rir, só nos fazem chorar!!
    Voce é Demaaaaais!!
    parabéns pelo texto meu fiu!=D hehe

    Bjãoo

    ResponderExcluir
  11. Angelica,
    Vamos rir, da cara deles! (risos) Obrigado, fia! (risos) Beijos

    ResponderExcluir
  12. Meu Deus !
    desabafou mesmo, ein Ru.
    esses homens costumam não valer nada ¬¬
    mas, na boua?
    eu não fico sem :~~

    e viva a Britney \o/
    :* Ru

    ResponderExcluir
  13. Lethicia Lavezo,
    Desabafei (risos). Ah, cansei de ser feito de palhaço e ver amigos, amigas, conhecidos e quem nem conheço sofrer na mão desses palhaços! Eles não se reprimem ao nos causar dor, então, não temos que nos reprimir também ao mandá-los à merda! (risos, sem palhaçada)!
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  14. Ruleandson,

    Opa amigo! Sou o Fabiano lá da faculdade que te entrevistou no programa da tv uni, lembra?!

    Cara, muito bacana seu blog, velhinho! Vi na sua mensagem do orkut, que quase nunca entro, mas aproveitei para conhecer seu espaço na net.
    Cara, Layout bacana, textos legais, tudo muito bem feito!
    Gostei muito da entrevista com a escritora Fernanda. Além de linda ela tem o dom.

    No mais, sucesso na carreira amigo! Prometo voltar mais vezes.

    Fabiano Frade

    ResponderExcluir
  15. Fabiano,
    Lembro sim, claro! Aquele dia foi muito legal, não esqueço nunca! Fico feliz que tenha gostado do meu cantinho e espero mesmo que volte!
    Abraço e sucesso pra nós!

    ResponderExcluir
  16. Ru! Adorei!

    Achei forte, direto. Adoro!

    Palhaços... palhaçada viu! uahahah

    ResponderExcluir
  17. Post de hoje não só incrível como também inspirador!! É sempre bom a gente ler isso e tentar encaixar com situações conhecidas. Ajuda pacas quando precisamos de perspectiva!
    E Britney, que parece vinho: a cada trabalho ela melhora mais e mais! Incrível essa mulher, todos ainda temos muito a aprender com ela.

    "Ah, mas se EU te enfiar na minha cartola vai ser para você realmente desaparecer, para sempre." - um dia aprendo esse truque!! Aaah, se aprendo!!
    Beijos, Ru :**

    ResponderExcluir
  18. Uau!
    O 'engraçado' é que eu não consigo explicar o que estou sentindo ao ler esse texto. Já vi muito palhaço nessa vida, confesso que adoro circo... mas aquele que 'infelismente' a gente paga pra entrar e aplaudir um grande espetáculo onde as pessoas dão o melhor de si para nos fazer rir e nos sentir impressionados. Ao contrário do picadeiro do dia-a-dia onde passam palhaços sem nariz vermelho, sem magia, e que no final do espetáculo nos deixam impressionados diante de tamanha porcaria.
    Faço minha as suas palavras e as dedico aos palhaços que não sabem lidar com gente, alma e coração. Aos palhaços que já passaram pela minha vida etentaram me jogar do trapézio. Sorte que eu gosto da cama elástica e consegui voar...
    Parabéns pelo texto!
    Convido a visitar meu blog:
    www.espelhomagic.blogspot.com
    BeiJoS

    ResponderExcluir
  19. Valmique
    Grato, cara! Vamos cantar pros palhaços "let me see what you can do", eles só nos dominam porque a gente entrega o chicote pra eles (sem qualquer maldade nesta fala)!

    --
    Bianca,
    (risos) Adorei seu comentário, vamos ensaiar com um coelho de pelúcia, vamos enfiar eles na cartola, se eles sumirem a gente vai treinando com os palhaços! Obrigado!

    --
    Tatiana Camilo,
    Sei como é essa sensação, mas eu dou o nome de me libertei! Obrigado e beijos, vou dar uma passada no seu sim. Beijos

    ResponderExcluir
  20. Ru...

    Acompanho teu blog á algum tempo e olha, esse texto??? Parece que foi feito sob encomenda. PERFEITO para este momento da minha vida, aonde mais um palhaço entrou nela!!!
    Infelizmente, na minha vida só me deparei com palhaços. Pessoas sem alma, sem coração e sem a menor preocupação em nos magoar.

    Faço suas as minhas palavras: 'Eles não se reprimem ao nos causar dor, então, não temos que nos reprimir também ao mandá-los à merda!'
    E é o que espero conseguir fazer nesse momento doloroso.

    Parabéns por mais esse texto maravilhoso!!! Você é uma pessoa iluminada mesmo!!!

    "O palhaço é você e não eu! Amar um idiota também é ser idiota."

    Beijooos

    ResponderExcluir
  21. Cá Dreyfus,
    Fico feliz em saber que o texto te ajudou de alguma forma e obrigado, por me ver dessa forma, que eu possa ser merecedor!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  22. Ai Ai...não aguentei...chorei...
    Preciso ter mta força p mandar o palhaço pra outro palneta...longe de mim!
    Obrigado por palavras tão verdadeiras q tocam láaaaa dentro...
    Obrigada pela esperança q vc passou de q um dia "amanhece"...simples assim! (lê meu blog depois q vc vai entender)

    Bjo no coração querido

    ResponderExcluir
  23. Leleka Barros,
    É, mocinha, não é fácil mandar os palhaços para outro planeta, não na prática, mas pelo menos na hora de sonhar nós temos que fazer com que seja, né? Pelo menos! Vou ler sim e fique bem! Obrigado, pelas suas palavras! Beijão!

    ResponderExcluir
  24. Nossa!! Esse texto me fez refletir o que tenho passado no momento,e me ajudou muito para poder ver as coisas como elas realmente são. Uma pessoa que diz adorar sua companhia, mas não faz tanta questão de estar com vc,pura mentira, quando gostamos queremos está perto.As vezes é bom enganarmos a si mesmo, pior que doi quando passa. rsss, seu blog tem me ajudado muito. Bjsss

    Vivi.

    ResponderExcluir
  25. Vivi,
    Dói sim, mas é uma dor necessária, uma dor que nos cura, né? Temos que ter coragem para abandonar esses "palhaços" de vez! Beijos e muito obrigado, uma honra saber que o blog tem lhe ajudado de alguém modo! :D

    ResponderExcluir

Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Fale com o blog

Envie o seu email para o blog.

Nome E-mail * Mensagem *