Pesquisar este blog

30 novembro 2008

Marcadores: ,

Ainda o velho pôster na parede

Compartilhar
Aquele artista da TV...

Angélica homenageando 9 1/2 semanas de amor (1986) e A lagoa Azul (1980)

Loira, linda, olhos verdes, uma curiosa mancha na coxa, um sorriso de moleca, ela se agitava em meio a adolescentes que jogavam tortas na cara um do outro. Eu me apaixonei instantaneamente por ela, já a conhecia, mas naquele momento me apaixonei. Um ano depois, guardei o primeiro recorte de jornal, passaram-se 12 anos e hoje são mais de 10 fichários imensos com diversos materiais, de alguém que ainda amo. Os fichários estão ali, guardados, a paixão passou, cresci, mais ainda guardo aquele amor antigo de fã.

Amor de fã é um amor que nunca será recíproco. É amar alguém que faz parte da sua vida, sabendo que você nunca fará parte da vida desta pessoa. É o extremo do amor não recíproco, o excesso do amar sem pedir nada em troca. O ápice da iconofagia amorosa de se alimentar apenas da distância e do ver quem se admira. É dizer "eu te amo" e receber em troca um pedaço de papel com a assinatura daquele a quem você admira. É dedicar horas àquela pessoa e ganhar um postal no fim do ano, ou aquela foto que você mostra orgulhoso, daqueles segundos em que ficou ao lado do artista preferido. Ser fã é encontrar no mundo alguém que você queria ser, alguém que você queria ter, é um modo simples de sentir-se menos só na vida.

Em maior ou menor proporção, todo mundo já foi fã de alguém, mas é como em tudo, há quem ame e quem ame exageradamente. Exagerado como só eu, fui fã, viajei, conheci, abracei, encontrei, desencontrei e me despedi em 2003. A vi no aeroporto, dois dias seguidos, após ser avisado pela produção dela sobre a hora em que ela chegaria, dei os presentes, o abraço e levei o cheiro dela comigo. No segundo dia ganhei outro abraço apertado, "junta mais" ela me disse. Quando foi embarcar sorriu e me pediu quando chorei "fica bem, tá?". Sim, estou bem, e é bom saber que você também está, que ambos nos descobrimos, crescemos e seguimos novos rumos.

Talvez, quem sabe, um de nós ainda vá de táxi, "minha loura", mas os destinos, hoje, com certeza são outros! Feliz aniversário a você, parabéns pelo seu dia, felicidades a todos que levam um pouco de alegria aos fãs e um abraço apertado em cada fã, de quem não mais sente, mas entende, este amor de fã.

13 dos desabafos - DESABAFE!:

  1. Ahhh o post hoje foi MARAA!.
    Acho que se eu visse a Lindsay ou a Britney, teria um treco. "rsrs"
    Se eu tivesse dinheiro pra viajar só para encontra-las eu tbm faria.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns!
    O Amor de Fã, é tão lindo quanto aquele que esperamos anciosos e desesperadamente um retorno daquele que amamos exageramente.

    ResponderExcluir
  3. Depois do volei, vamos de táxi para a festa da Bete. Meu diário está vazio de corações e ninguém mais pergunta o nome da minha paixão. Que o anjo de blue jeans diga amém - porque assim é mais fácil da gente se entender - , que as palavras brotem mais facilmente porque temos que subir nesse palco sempre!

    ResponderExcluir
  4. Pierce,
    (risos) Foi Mara, mas sem ser a Mara, né? Obrigado e acho que ano que vem Britney vem aí, sobe no palco e grita "Oops! ...i did it again"!

    --
    Tupi,
    Em excesso dizem que nada é bom, mas amor, talvez, nunca seja demais.

    --
    Flavimar D.,
    Quase um compositor! (risos)

    ResponderExcluir
  5. Que lindo Ru! Uma forma doce e verdadeira de dizer o que sentimos por essa loura especial! O melhor, pra mim, é saber que através dela, encontrei você! Bjos amigo querido.

    ResponderExcluir
  6. Manuuuuuuuuuu,
    Tudo começou por causa dela, né? Era uma época muito boa, trocar foto (contar foto, você lembra disso? - risos) e é muito, mas muito bom mesmo você ter sido e ser uma grande amiga e, principalmente, uma amiga que ficou para sempre ao meu lado! Obrigado e "beijãozão" (fala que você não esperava ela beijar a tela para ir para a escola? - risos)! "Que merlin!".

    ResponderExcluir
  7. Realmente a reciprocidade do amor de fã é algoa difícil de entender. Assim como o amor e suas derivações. E como todo ser humano também já senti e sinto essas amores.a

    Belo texto Ru!

    ResponderExcluir
  8. Eu digo sim, sim, sim
    Mamãe diz que não
    Eu digo sim, sim, sim
    Mas que indecisão
    Eu digo sim, sim, sim
    Mamãe diz não, não não
    E eu não sei como sair
    Dessa confusão....

    ResponderExcluir
  9. Valmique,
    Ai, o amor, seja ele qual for... Obrigado!

    --
    Lia Sollencnocsav,
    Risadas altas aqui! Essa é das antigas, 1988, 20 anos, nuuuu! Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Hoje você lê Aristóteles e ama a Angélica, tá? Eu queria ser paquita e leio Erico Verissimo, tá? Manda o Leo Cunha falar isso na televisão!!!

    ResponderExcluir
  11. Maíra,
    Torper, Aristóteles apoiaria nosso sonho de ser paquita? (risos). O Leo não pode jamais revelar nosso passado em rede nacional! Você lembra a cara do menino que estava entrevistando ele quando ele falou isso? (risos). Beijos, tá? Te amo, tá? AMO! Torperamo!

    ResponderExcluir
  12. Fala Kra
    Estava vendo comunidades da Angélicano orkut, quando me deparei com esse texto.
    Não sou de escrever p fas, nem ao menos paparicar.
    Durante muitos anos fui fã desta loira tb, aprendi a gostar e identificar cada tipo de sorriso. Aeroportos, programas e muito mais...Ela chegou a vir na minha casa em uma promoção. Ela sabia sobre minha vida, opinava nos meus namoros e deixava que pouquinho, bem pouqinho tb fizesse parte de algumas coisas.
    Pois é, cresci e meio que dismestifiquei esse idolo..agora sou só um admirador da pessoa que ela é.
    Escrevo isso para dizer que poucas (e raras) vezes vi um texto tão bom sobre fã.
    Parabens kra.
    Thiago Abreu

    ResponderExcluir
  13. Thiago Abreu,
    Fico feliz que tenha gostado do texto e é assim, a gente cresceu, ela cresceu, mas ainda levamos um pouco de tudo aquilo no peito, sempre!

    ResponderExcluir

Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Fale com o blog

Envie o seu email para o blog.

Nome E-mail * Mensagem *