Pesquisar este blog

08 setembro 2008

Marcadores: ,

Só fala em amor

Compartilhar
Histórias românticas

Recorte do cartaz de Quando Paris alucina (1964): escrevendo o amor

Há quem reclame e me diga que eu só falo em amor. Há quem elogie e me diga que eu sou uma das poucas pessoas que ainda fala em amor. A verdade é que eu realmente só falo em amor. Amor é o que me move na velocidade do caminho de quem sabe onde quer chegar. Amor é o meu veículo, a minha estrada, o meu destino. Tropeço, caio, me quebro, e ainda falo em amor. Salto, mergulho, me ergo, me curo, e ainda falo em amor. Eu só falo em amor e o amor só fala em mim. É quase um diálogo sem falas, um monólogo em dupla dos que amam sem cansar. Agora, para que se queixar? Amor é o que nos alegra, é o que nos entristece, é o combustível. Se ele vai mover sua vida ou explodí-la é uma questão de saber escolher. No fundo o que todos querem é ser amados. Uns com um pouco mais de medo, mas também com o mesmo desejo. Eu quero e vou ser! Alguém com um nome tão esquisito como o meu não pode ter vindo ao mundo para morrer sem amor. De amor eu quero é viver, morrer de amor é para os fracos. E o mundo todo fala em amor. Acho que 99% das histórias que os homens contam e cantam são grandes histórias de amor. Os outros 1%? São pequenas histórias de amor, não grandes, mas também de amor.

"Quantas páginas o amor já mereceu? Os filósofos não dizem nada que eu não possa dizer. Quantos versos sobre nós eu já guardei? Deixa a luz daquela sala acessa e me peça pra voltar"
(Samuel Rosa/ Chico Amaral)

6 dos desabafos - DESABAFE!:

  1. É o que nos alimenta, né Ru? O que nos da força e esperança pra seguir em frente!!!!! Continue falando de amor... sem clichês, como sempre!
    TE AMO!

    ResponderExcluir
  2. fale de amor, amor é a fonte da vida :D

    ResponderExcluir
  3. "Se ele vai mover sua vida ou explodí-la é uma questão de saber escolher. No fundo o que todos querem é ser amados. Uns com um pouco mais de medo, mas também com o mesmo desejo."

    Um dia eu ainda vou descobrir como vc lê meus pensamentos, Ru! Pena que nem todo mundo sabe disso.
    beijões!

    ResponderExcluir
  4. ihhhh
    éhhh
    hummmm....
    Guilherme Andrade.

    abs!

    ResponderExcluir
  5. AD♥R♥ esse tema !
    Concordo plenamente contigo !
    Quero ser amada tb !

    ResponderExcluir
  6. ah! o amor...como saber falar dele?
    Hummmm o amor é simplesmente linduuu :)
    Ru,explêndido como sempre, se tivesse aqui, te saldaria, "tirando o chapéu"
    Bjins

    ResponderExcluir

Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Fale com o blog

Envie o seu email para o blog.

Nome E-mail * Mensagem *