Tecle CTRL + D para adicionar aos Favoritos | Desabafos - Crônicas |. Revista  |. Frases - Tumblr  |. Você no blog |. Receba as crônicas por e-mail |. Sobre o blog e o autor | Fale conosco
Carregando...

Quem é você?


Compartilhe no Orkut Share on Tumblr Compartilhe no Pinterest

Para nunca mais se esconder

Recorte do cartaz de Um homem de família (2000): vá se encontrar

Diz. Diz quem é você? Vou repetir: quem é você? Por que me tomas se sequer sabe quem você mesmo é? Você, que se julga moderno, sexy e muito bem resolvido, na verdade não passa de uma criança mimada que perdeu algo. Perdeu não porque teve um dia, mas porque nunca procurou. Você, que se acha tão certeiro, mas esquece que sempre saber o que vestir não significa saber escolher o amor da sua vida. Vida? Que vida? Completar mais uns anos e ter barba na cara e cabelos no saco não é sinal de que você viveu. Passaram-se os dias, passaram-se as horas, e passou você também. Passou tão perto que estava distante para perceber. E por que você se esconde? Por que inventa mentiras que nem você acredita? Por que não fala? Já não sei se quem não fala é porque tem pouco a dizer ou muito a esconder. Então comemore, vibre e bata palmas para você mesmo. Faça um brinde a alguém que sabe tão pouco, de si, de mim, de tudo. Olha lá no alto do seu boletim da 5ª série e tome nota: você brilhou! Agora não conte comigo para dizer que te ama e te abraçar apertado. Se eu lhe ver na reta, te coloco na parede e pergunto: "Por que me tornou alguém tão amargo? Onde foi que você enfiou a minha felicidade?". Fala agora, pois quem sabe ainda haja tempo de eu ir lá e recuperar alguma parte do meu sorriso que um dia te trouxe para mim. Então, anda, me devolve para mim porque eu ando me fazendo falta. E se você não sente saudade minha eu sinto saudade de mim. Mas também não se importe com minha opinião. O que eu acho não muda quem você é. O que você faz sim!

"Não estrague a melhor coisa da sua vida só porque não tem certeza de quem você é"
(Um homem de família - 2000)


Sobre o autor
Ruleandson%20do%20Carmo Ruleandson do Carmo , autor de todas as crônicas deste blog , é jornalista, doutorando em Ciência da Informação (UFMG) e ama falar de amor. Saiba mais
Facebook Twitter Orkut Google Plus Gmail
Desabafos - Comente
2 Desabafos - Comente

2 comentários :

  1. Oi Ru!

    Tem certeza que essa não está falando da minha história recente? Tudo ainda parece tão vivo na minha epiderme! Será que vc tem um dispositivo que capta os pensamentos que quero esquecer, mas que insistem em se fazer presentes? Putz, incrível como parece que você está falando do que aconteceu comigo! "Por que me tornou alguém tão amargo? Onde foi que você enfiou a minha felicidade?” Essa frase já amargou muito tempo em meus pensamentos e parece que não conseguia cuspi-la na cara do jardineiro infiel, sim, aquele jardineiro que matou as flores e as cores que existiam no meu jardim e que por um longo tempo afastou as borboletas de perto de mim. Só tinha olhos e pensamentos para uma única borboleta, estava cego para as outras. Era amor! Não foi fácil achar um antídoto para aquele doce veveno que ousei provar e foi muito difícil encontrar uma nova aquarela para colorir o meu jardim, mas eu não desisti. Num dia cinza qualquer me distraí e de repente o dia se encheu de cor e as borboletas de ferro que viviam no meu jardim ficaram coloridas e voaram e trouxeram de volta um pouco da cor que meus dias haviam perdido por causa do jardineiro infiel. O meu “Perfect Gardener” de ontem hoje é apenas mais um jardineiro entre tantos outros que não sabem regar as flores e tira a cor delas, mas as lembranças dos tempos de arco-íris em branco e preto ainda insistem em se fazer presentes. Hoje enxergo outras borboletas além daquelas de ferro de outrora.

    Nunca pensei que essa música da Alanis Morissette faria sentido pra mim, mas fazer o que não é?

    “And I'm here to remind you
    Of the mess you left when you went away
    It's not fair to deny me
    Of the cross I bear that you gave to me
    You, you, you oughta know”

    “You seem very well, things look peaceful
    I'm not quite as well, I thought you should know
    Did you forget about me Mr. Duplicity
    I hate to bug you in the middle of dinner
    It was a slap in the face how quickly I was replaced
    Are you thinking of me when you fuck “*him”?”

    É como a mesma diz:

    “You live, you learn
    You love, you learn”

    *Grifo meu em substituição a “her”

    Abração Ru!

    Espero que tenha me feito entender! rs rs rs

    Jadilson

    ResponderExcluir
  2. "Já não sei se quem não fala é porque tem pouco a dizer ou muito a esconder."

    Adorei isso.

    ResponderExcluir

Emoticons desabafos Digite os caracteres ao lado das imagens e adicione emoticons ao seu desabafo!
Formatação desabafos Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Blog Widget by LinkWithin