Pesquisar este blog

20 abril 2008

Marcadores: ,

Quando chegar o fim

Compartilhar
Depois do início

Recorte do cartaz de Minha vida sem mim (2003): "é impossível viver sem sonhos"

Alguma vez na vida você já esteve sabidamente perto da morte, com grandes chances de deixar de viver? Eu já, e duas vezes. A primeira foi em 2001, tive pneumonia dupla e no hospital contraí infecção hospitalar e os remédios provocaram alterações nas células hepáticas, por sorte e muita fé, ao contrário do que acreditavam os médicos, sobrevivi. A segunda foi nesta semana, acordei de manhã sem conseguir ficar de pé, com a cabeça explodindo e algo me sufocando, meu pai me deu banho e me levou ao médico. Quando ela fez um exame chamado prova do laço e disse que era dengue hemorrágica, pensei, pronto, vou morrer! Na mesma hora dei um jeito de avisar os amigos, o desespero aumentou, pois apenas uma me atendeu e já comecei a planejar como seria meu enterro. Foi quando a médica veio e me disse que um exame de sangue confirmou e o outro não, portanto não estava grave e o soro e repouso controlariam a doença sem problemas. Aliviei.

Mas durante alguns minutos, vi passar um filme em minha mente, com cenas boas e cenas não tão boas assim. Pensei no que eu deixei de fazer, no que eu não devia ter feito e a dor era muito maior na alma, do que no corpo. Parece que a gente morre um pouco a cada dia, morre uma parte da gente, uma esperança, uma crença, uma fé, um pouco do amor que resta em nós, até o dia da nossa vida sair de cartaz definitivamente. Pensei na minha noite anterior, em como não precisamos nos esforçar nem um pouco para ser feliz ao lado de algumas pessoas, mas nem sempre é igual para elas... Pensei em quem seria a última pessoa que eu gostaria de abraçar no mundo e era aquela pessoa, mas tive que me perguntar outra coisa, quem seria a pessoa que gostaria de me dar o último abraço? Acho, que, infelizmente, não seria a mesma pessoa. Nós temos duas vidas, a vida que a gente sonhou e a vida que a gente tem. E elas não são iguais. Então temos uma escolha: lutar para aproximar a que temos da que sonhamos ou lamentar por não serem iguais. Eu escolho lutar. E agora que o susto passou, e vou ficar mais anos e anos por aqui, renovei as forças para lutar. Quero sim dar o último abraço naquele alguém, não porque eu vou embora deste mundo, mas porque eu preciso viver uma nova vida, ser um novo eu. Como dizem em A razão do meu afeto (1998): "não planeje sua vida de modo que se encontre só no momento em que mais precisar". É isso...

6 dos desabafos - DESABAFE!:

  1. fiquei emocionada, tá? emocionada!
    torper, graças a deus que isso passou e que passou logo.
    vc não morre tão cedo, tá?
    beijos

    ResponderExcluir
  2. "Escolha a vida. Escolha um trabalho. Escolha uma carreira. Escolha uma família. Escolha uma televisão enorme, máquinas de lavar, carros, aparelhos de som e portas automáticas. Escolha boa saúde, colesterol baixo e plano de saúde dental. [...] Escolha seus amigos. [...] Escolha sentar em um sofá, assistir qualquer coisa, comendo coisas pesadas. [...] Escolha seu futuro. Escolha a vida."



    [do cartaz de Trainspotting]

    ResponderExcluir
  3. Maíra,
    Emocionada, tá? Tudo passa, tá? Nós somos muito palhaços, tá? (risos). Saudade!!!!

    --
    Flavimar D.,
    Escolha e torça para ser escolhido.

    ResponderExcluir
  4. perdi minha mãe e por mais que tenha dado muito amor a ela ...me pego sentindo um sentimento de culpa por pequenos momentos que deixeii de aproveitar com ela...sei que ainda é cedo e talvez esteja confundindo saudade sentimento de culpa..devis ter feito isso ou aquilo,se não tivesse saido de perto dela...talvez ela não tivesse morrido...enfim sei que não tinha qualquer poder prá mudar isso,ela tava num CTI e tava sendo tratada com os melhores medicos e o que eu pudia fazer era dizer em seu ouvido já que ela tava sedada em coma induzido não tinha reação...falava em seu ouvido.Mãe amo vc e se for da vontade de Deus vc vai sair daqui...fui todos os dias visita-la demanhã e de noite,passava creme idratante nela ,beija ..o salmo 23 qque ela amava eu lia toda vzs p ela..infelísmente minha Mãe morreu...mesmo que a gente saiba do risco de uma pessoa de 84 anos dentro de um CTI á sempre uma esperança...amigo só sei te dizer que tá duendo muito nãoo ter mais minha mãe ao meu lado..só Deus prá me dár consolo.Tenho me apegado no fato de ela não estár mais nesse mundo sofrendo...só que a SAUDADE É MUITO GRANDE..e eu choro e queria que tudo fosse um pesadelo e poderacordar e abraçarr,beijar,cheirar enfim dár muito AMOR p ELA..(Mãe eu te amo..e sempre vou te Amar muito..ME PERDOI POR QUALQUER COISA QUE TENHA TE FEITO SOFRER NESSA VIDA,E o mesmo eu te perdou por qualquer coisa que vc tenha feito p mim...O MAIS IMPORTANTE É QUE NÓS NOS AMAVAMOS MUITO...SEI QUE VAMOS NOS ENCONTRAR E NOS AMARMOS MUITO NOVAMENTE...EU TE ESCOLHO PRÁ SER MINHA MÃE EM TODAS AS VIDAS NOVAMENTE. ..TE AMO TE AMO TE AMOOOOOOO ) Minha Eterna Mãe vou fazer tudo p ser felíz nesse mundo...não vai ser nada fácil por vc não estar ao meu lado...mas como vc não suportaria me ver sofrendo,vou tentar viver bem..só me perdoa mãe quando eu chorar,isso vai ser inevitável por ter tanta saudade de vc...meespera mãe nosso AMOR SEMPRE FOI MUITO FORTE UMA C A OUTRA...DEUS NOS DARÀ ESSA ALEGRIA ...NOS REENCONTRARMOS E MATARMOS TODA SAUDADE>>>ME ESPERA MÃE NÃO VAI DEMORAR...A VIDA SEM VC TÁ MUITO TRISTE....TE AMO MÃE ...Bença mãe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo,
      Fique bem e seja feliz até o dia em que for reencontrar sua mãe. Abraço! :)

      Excluir
  5. Olá amigo! Passei por momento desse há uns 5 anos quando tive apendicite e fiquei no limiar de duas vidas.. Mas é bem verdade que esses momentos nos fazem refletir com sinceridade sobre o que a vida representa pra nós e o que nós desejamos aprender com ela. Esse epsódio foi um marco pra mim pois, depois das dores, percebi que de alguma forma sou fruto de Amor de uma Consciência Maior e decidi fazer as malas e ir em busca desse sentimento sob a forma mais genuína que posso compreender. O tempo passa e mais acredito sermos eternos "seres estudantes", mas que depende de nós escolher aprender para nos tornar melhores. Não entendi bem quando escreveu que temos duas vidas pois penso que a vida que temos hoje é a mesma que sonhamos no passado, a menos que o que se sonha seja algo utópico ou faltou vontade firme para realizar, certo?! rs. Talvez seja assim mesmo como vc diz "a gente morre um pouco a cada dia"... Mas nesse caso, se "morrer" for sinônimo de "renovação", a gente tem uma boa dose de esperança pra continuar "escrevendo" e nossa história ter um final feliz. Abraço! ;)

    ResponderExcluir

Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Fale com o blog

Envie o seu email para o blog.

Nome E-mail * Mensagem *