Pesquisar este blog

31 janeiro 2008

Marcadores: ,

Abandono

Compartilhar
Existem várias formas de se deixar alguém

Recorte do cartaz de Noiva em fuga(1999): fugir nem sempre é o melhor

Está lá, o dicionário não me deixa mentir "abandono a.ban.do.no sm (de abandonar) 1 Ação ou efeito de abandonar. 2 Desamparo, desprezo. 3 Desistência, renúncia. 4 Imobilidade, indolência, moleza". Meu coraçõ não é tão sábio como o Aurélio, mas entende bem o que é abandonar. É deixar alguém, é quando fazem uma escolha e o escolhido, amado, não é você! É quando você pergunta e o eco não te traz a resposta. É quando você procura e nenhum mapa te leva ao encontro. É quando você ama sozinho.

Ninguém é obrigado a amar ninguém, mas ninguém também é obrigado a não amar alguém. Se não puder retribuir pelo menos acolha, não afaste quem sente algo tão nobre por você. Talvez, não intencionalmente, pode ter sido você quem despertou este amor. Aprenda bem a mais válida licão de O pequeno príncipe: "tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas" (Antoine de Saint-Exupéry).

Por isso, antes de abandonar pense bem se não foi você quem se abandonou primeiro.

4 dos desabafos - DESABAFE!:

  1. Seu post me fez lembra de uma música do Oswaldo Montenegro, SE PUDER, SEM MEDO. Conhece?

    Deixa em cima desta mesa a foto que eu gostava
    Pr'eu pensar que o teu sorriso envelheceu comigo
    Deixa eu ter a tua mão mais uma vez na minha
    Pra que eu fotografe assim meu verdadeiro abrigo
    Deixa a luz do quarto acesa a porta entreaberta
    O lençol amarrotado mesmo que vazio
    Deixa a toalha na mesa e a comida pronta
    Só na minha voz não mexa eu mesmo silencio
    Deixa o coração falar o que eu calei um dia
    Deixa a casa sem barulho achando que ainda é cedo
    Deixa o nosso amor morrer sem graça e sem poesia
    Deixa tudo como está e se puder, sem medo
    Deixa tudo que lembrar eu finjo que esqueço
    Deixa e quando não voltar eu finjo que não importa
    Deixa eu ver se me recordo uma frase de efeito
    Pra dizer te vendo ir fechando atrás da porta
    Deixa o que não for urgente que eu ainda preciso
    Deixa o meu olhar doente pousado na mesa
    Deixa ali teu endereço qualquer coisa aviso
    Deixa o que fingiu levar mas deixou de surpresa
    Deixa eu chorar como nunca fui capaz contigo
    Deixa eu enfrentar a insônia como gente grande
    Deixa ao menos uma vez eu fingir que consigo
    Se o adeus demora a dor no coração se expande
    Deixa o disco na vitrola pr'eu pensar que é festa
    Deixa a gaveta trancada pr'eu não ver tua ausência
    Deixa a minha insanidade é tudo que me resta
    Deixa eu por à prova toda minha resistência
    Deixa eu confessar meu medo do claro e do escuro
    Deixa eu contar que era farsa minha voz tranqüila
    Deixa pendurada a calça de brim desbotado
    Que como esse nosso amor ao menor vento oscila
    Deixa eu sonhar que você não tem nenhuma pressa
    Deixa um último recado na casa vizinha
    Deixa de sofisma e vamos ao que interessa
    Deixa a dor que eu lhe causei agora é toda minha
    Deixa tudo que eu não disse mas você sabia
    Deixa o que você calou e eu tanto precisava
    Deixa o que era inexistente e eu pensei que havia
    Deixa tudo o que eu pedia mas pensei que dava

    ResponderExcluir
  2. "Eu bato o portão sem fazer alarde
    Eu levo a carteira de identidade
    Uma saideira, muita saudade
    E a leve impressão de que já vou tarde."


    [Chico Buarque e Francis Hime - Trocando em Miúdos]

    ResponderExcluir
  3. já reparou que a cabeça da julia roberts nesse cartaz é uma montagem? e no de Uma LInda Mulher também, por causa das pernas, dizem.

    coitada. coitados de nós.

    ResponderExcluir
  4. Edwirges,
    Linda a música!

    --
    Flavimar,
    Ahazo, torper!

    --
    Otavio,
    Parece mesmo, olhando com cuidado, agora que você falou...

    ResponderExcluir

Obrigado, pela visita. Aproveite e DESABAFE você também!

"deixa, deixa, deixa eu dizer o que penso dessa vida, preciso demais desabafar"
(Ronaldo Monteiro/ Ivan Lins)

As opiniões e vontades expressas nos comentários não representam a opinião do autor deste blog.

Assine nosso feed!


Comentários não relacionados aos posts e/ou só para deixar links serão excluídos e o comentarista denunciado ao Blogger como spammer.

Fale com o blog

Envie o seu email para o blog.

Nome E-mail * Mensagem *